Jovem de 18 anos é estuprada por um médico em UPA no grande Recife

Outras testemunhas também serão ouvidas, para que os depoimentos sejam somados ao resultado de exames feitos na paciente

Folha de Caruaru

Foto: Marlon Diego/UPA Imbiribeira, Recife

A Polícia Civil divulgou, nesta quinta (22), que está investigando a existência de uma possível segunda vítima do médico suspeito de estuprar uma jovem de 18 anos em uma sala da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife. A primeira vítima procurou a Delegacia da Mulher, na área central da capital, na noite de quarta (21), e relatou ter sido abusada pelo profissional horas antes.

As investigações sobre o caso correm sob sigilo, com a chefia da delegada Ana Elisa Sobreira. “Realizamos a ouvida da vítima nesta quinta, mas nada pode ser divulgado, para não atrapalhar o curso das investigações”, disse a delegada, que confirmou que o suspeito, até então, tratado como profissional de saúde é, de fato, médico. Outras testemunhas também serão ouvidas, para que os depoimentos sejam somados ao resultado de exames feitos na paciente.

Depois do Boletim de Ocorrência, a jovem passou por exames sexológico e de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, no Recife. Em seguida, a jovem foi encaminhada ao Serviço de Apoio à Mulher Wilma Lessa, referência em casos do tipo, localizado no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife.

Entenda o caso

Segundo a polícia, a vítima declarou, em depoimento, ter sido molestada pelo médico. De acordo com a corporação, a jovem não conseguiu informar o nome do profissional. Ela também não apontou as características físicas do suposto agressor. A direção da UPA afastou o suspeito das atividades na unidade e afirmou que “vai tomar todas as medidas cabíveis”.

A jovem havia mencionado que foi atendida por um médico traumatologista e que o crime ocorreu quando ela voltou ao consultório em que foi atendida para mostrar um exame de raio-X. Segundo a delegada da Mulher, Gleide Ângelo, a vítima estava muito nervosa quando chegou à delegacia e não conseguia falar com detalhes o que aconteceu. Assim que ela relatou o estupro, foi direcionada aos exames.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

SETE GOVERNADORES ENCARAM TEMER E DIZEM NÃO A PEDRO PARENTE

MENDONÇA FILHO VOLTA A SER ESCRACHADO: ‘XÔ, GOLPISTA’

O Estádio Arizão se "veste" para receber o São João da Moda 2018

ACUADO, TEMER CEDE AOS CAMINHONEIROS E DESFAZ POLÍTICA DE PARENTE, QUE PODE CAIR