CNH eletrônica já está em vigor em Pernambuco

Documento digital já pode ser solicitado em Pernambuco, que é o quinto estado do Brasil e o segundo do Nordeste a oferecer a possibilidade no País

Marina Barbosa, da Folha de Pernambuco

Paulo Câmara lança CNH Digital - Foto: Divulgação

Os motoristas estaduais já podem apresentar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pelo celular. É que a CNH eletrônica (CNH-e) foi lançada nessa quarta-feira (24)em Pernambuco, que se tornou, então, o quinto estado do País e o segundo do Nordeste a oferecer o documento digital. A facilidade, no entanto, só está disponível para os condutores que tiraram ou renovaram a habilitação depois de 22 de maio de 2017. 

“A partir de hoje (quarta), os usuários que vão tirar ou renovar a habilitação já têm a possibilidade de escolher entre o documento eletrônico ou físico. Também dá para ter os dois e não é preciso pagar nada mais por isso. Quem retirou a CNH depois de 22 de maio também pode solicitar a CNH-e sem pagar absolutamente nada. Já quem tem um documento mais antigo precisa tirar a segunda via da habilitação, que custa R$ 91,11 e sai em 24 horas, para ter a carteira digital”, anunciou o diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), Charles Ribeiro.

Ele explicou que a habilitação eletrônica só está disponível para quem tirou a licença para dirigir dentro das novas regras do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que preveem a existência de um QR-Code no verso da habilitação. E Pernambuco passou a emitir habilitações neste formato em maio do ano passado. “De acordo com o Contran (Conselho Nacional de Trânsito), os estados têm até 1º de fevereiro a se adequar a esta regra. Mas nós nos antecipamos e já estamos emitindo a CNH eletrônica”, disse Ribeiro, lembrando que, ainda segundo o Contran, a CNH-e tem até o final deste ano para ser implementada. 

Por conta disso, a CNH-e só será concedida a quem solicitar o documento na internet. “É só entrar no site do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), fazer o cadastro para a CNH Digital, inserir os dados pessoas e um código de quatro números. Depois disso, vai chegar uma confirmação por e-mail. E, assim, será possível baixar o aplicativo e ter a CNH-e no seu smartphone”, detalhou o presidente do Detran-PE, dizendo que são muitas as vantagens do documento digital. 

“Com a CNH-e, não será mais preciso andar com a carteira, basta apresentar o celular para se identificar. O nosso agente vai ler o QR-Code do seu aplicativo da CNH-e. E, se você for parado em uma blitz e estiver com o celular descarregado, ele vai entrar na nossa base de dados para que você coloque o seu código e mostre seus dados nos nossos equipamentos”, contou Ribeiro, dizendo que, até outubro deste ano, o Detran-PE também deve digitalizar o documento do veículo - Certificado de Registro de Licenciamento (CRLV).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara