Paulo Câmara cumpre agenda extensa no Cabo

Em comemoração aos 104 anos do município, o gestor transferiu simbolicamente a sede Governo do Estado para o ente federativo cabense por um dia

O prefeito do Cabo, Lula Cabral (PSB), e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), em entrevista na Prefeitura da cidade - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Carol Brito
Da Folha de Pernambuco

O governador Paulo Câmara (PSB) iniciou a série de agendas que cumprirá nesta segunda-feira (10) no Cabo de Santo Agostinho. O primeiro compromisso foi uma entrevista à rádio Cabo FM, ao lado do prefeito da cidade, Lula Cabral (PSB), e auxiliares estaduais. Em seguida, o chefe do Executivo fará despachos administrativos na prefeitura local. Em comemoração aos 104 anos do município, o gestor transferiu simbolicamente a sede Governo do Estado para o ente federativo cabense por um dia. 

Durante a entrevista, os aliados do gestor saíram em defesa do governador Paulo Câmara das críticas feitas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O petista declarou que o socialista é um técnico indicado a um cargo político e que este tipo de indicação nem sempre dá certo. O chefe do Executivo minimizou as críticas e disse ter orgulho da sua trajetória. No entanto, coube ao prefeito Lula Cabral uma defesa mais explícita. "Governador, eu também sofri muito essas críticas quando assumi a prefeitura do Cabo pela primeira vez. Eu digo que não ligue para isso e siga trabalhando", defendeu. 

O gestor cumpre uma série de agendas administrativas no Cabo de Santo Agostinho durante o dia. A principal ação será o anúncio de um terreno para a construção do 10º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco no Cabo de Santo Agostinho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

SETE GOVERNADORES ENCARAM TEMER E DIZEM NÃO A PEDRO PARENTE