NO RECIFE, MAIS DE 50 MIL GRITAM "FORA TEMER"



Manifestação do Grito dos Excluídos realizada no Recife reuniu cerca de 50 mil pessoas, segundo os organizadores do protesto, para pedir a saída de Michel Temer do poder; um "caixão da democracia" foi queimado em protesto contra o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff; passeata, que tomou a Avenida Conde da Boa Vista, o principal corredor de ônibus da cidade, transcorreu pacificamente ao longo de todo o trajeto; parlamentares pernambucanos que votaram a favor do impeachment foram taxados de golpistas; além deles, a imprensa e o Supremo Tribunal Federal (STF) também foram alvo de críticas

Pernambuco 247 - A manifestação do Grito dos Excluídos realizada nesta quarta-feira (7) no Recife reuniu uma multidão para pedir a saída de Michel Temer do poder. Durante o ato, um "caixão da democracia" foi queimado em protesto contra o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff. Segundo os organizadores, a manifestação contou com a participação de 50 mil pessoas. A Polícia Militar de Pernambuco não divulgou a estimativa do público presente ao ato.

A passeata, que tomou a Avenida Conde da Boa Vista, o principal corredor de ônibus da cidade, transcorreu pacificamente ao longo de todo o trajeto. "Os golpistas não terão um só minuto de sossego e de trégua", afirmou o presidente da CUT-PE, Carlos Veras. Veras acusou o governo temer de querer privatizar as universidades públicas, a Petrobras e o Sistema Único de Saúde (SUS).

O parlamentares pernambucanos que votaram a favor do impeachment foram taxados de golpistas. Além deles, a imprensa e o Supremo Tribunal Federal (STF) também foram alvo das críticas dos manifestantes.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

MENDONÇA FILHO VOLTA A SER ESCRACHADO: ‘XÔ, GOLPISTA’

Suspeitos de assalto a banco são mortos em tiroteio com PMs no Sertão

BLITZ DO DETRAN EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE. A POLÊMICA CONTINUA

EDUARDO DA FONTE ARTICULA CANDIDATURA DE CLEITON BARBOZA PARA DEPUTADO ESTADUAL

CHEIA NO RIO CAPIBARIBE