Marcos Solo Pedra realiza o seu sonho da casa própria


Tendo começado com um terreno com quatro casas no Jaçanã, o projeto de construção de casas da Solo Pedra tem se tornado um grande destaque em Santa Cruz do Capibaribe e região. Atualmente, já foram mais de mil imóveis construídos na Capital da Moda, todos a preços que cabem no bolso do trabalhador.
"Se o cliente chegar aqui, ele vai dizer qual a quadra que ele quer e a casa que vamos construir é dentro do padrão do Minha Casa, Minha Vida", disse o proprietário da empreiteira, Marcos Solo Pedra. "Dependendo da aprovação do cliente, ele pode até tirar uma casa com zero de entrada."

O empresário também afirmou que todos os imóveis construídos são de alta qualidade e seguindo os padrões estipulados pelo Governo Federal. "São duas faixas disponibilizadas para construção, e a Faixa 2 é a que nós construímos, que são casas financiadas pela Caixa Econômica Federal no valor de até R$ 120 mil", destacou. "Com a qualidade que construímos hoje, assim que chega, o cliente já se apaixona."

Natural de Campina Grande, Marcos chegou em Santa Cruz do Capibaribe durante o governo do então prefeito Ernando Silvestre, e trabalhou de servente e de pedreiro e mais adiante de mestre de obras até formar sua empresa em 2009. Ele garante que sua experiência e profissionalismo o capacitam para os trabalhos junto de sua equipe, que também não fica atrás. "Não é fácil montar uma equipe de 40 ou 50 pessoas e rodar como rodamos. Com 4 pessoas, em seis semanas fazemos uma casa. É necessário uma equipe bem controlada, bem direcionada e bem assessorada, com mestre de obras e engenheiro", disse. "E a minha contribuição é a confiança das empresas em nos contratar para realização dessas obras".


Por fim, o empresário não deixa de lado a emoção de ver muitos clientes satisfeitos ao realizarem o sonho da casa própria. "Antigamente era muito difícil. Hoje, o trabalhador consegue adquirir um imóvel assim, com esta qualidade. Muitas pessoas inclusive fazem o cadastro e são pegas de surpresa  ao saber que foram contempladas com o financiamento imobiliário", concluiu.

Edição- Jorge Luis
Reportagem- Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre