“Como representante da região, filha de uma costureira, sinto na pele”, afirma Alessandra Vieira ao defender Polo de Confecções durante Audiência Pública


Acordos comerciais traçados entre o Brasil, Coreia do Sul, Indonésia e Vietnã que poderão resultar em prejuízos para o Polo de Confecções de Pernambuco foi tema de "Audiência Pública", realizada nesta quinta-feira (16), na Assembleia Legislativa do Estado. O momento foi fruto de uma solicitação da deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB) a Comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo da Alepe.

As negociações entre o Brasil e os países asiáticos poderá resultar na redução significativa da taxa de importação de confecções no país, o que poderá afetar negativamente diversos setores, a exemplo do Polo de Confecções de Pernambuco, que emprega mais de 260 mil pessoas, de forma direta e indireta e acumula um faturamento anual de cerca de 6 bilhões de reais.

“Conheço de perto as demandas do Polo de Confecções. Como representante da região, filha de uma costureira, sinto na pele e me coloco no lugar das costureiras, empresários e trabalhadores do setor de confecções. Como resultado dessa Audiência Pública, estamos solicitando a formação de uma comissão com autoridades e representantes, para que possamos ir a Brasília na busca de defender a nossa economia”, afirmou na oportunidade a deputada.

Na ocasião, marcaram presença diversas autoridades e representantes do setor, a exemplo do prefeito de Toritama, Edilson Tavares, do presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Roberto Abreu, o representante da Secretaria Estadual da Fazenda, Anderson Freire, o ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, além de deputados, vereadores e representantes de demais entidades.

FOTO: Daniel Bruno

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre