Alta de casos de diabetes, que pode causar cegueira, ‘está saindo do controle’

No próximo domingo (14) é celebrado o Dia Mundial do Diabetes. De acordo com Federação Internacional de Diabetes, o crescimento é espantoso


A Federação Internacional de Diabetes divulgou na última semana que a doença teve um aumento de quase 16% em adultos em todo mundo em 2021. Isto significa que 1 a cada 10 adultos desenvolveram o problema. Além disso, no ano, a doença foi responsável por mais de 6 milhões de mortes. Para a IDF (sigla da Federação, em inglês), o cenário mostra que a diabetes está saindo do controle, com crescimento muito acima das projeções feitas pela instituição. Essa alta traz um alerta também para os oftalmologistas, pois a diabetes pode levar à cegueira.

No próximo domingo, 14 de novembro, é celebrado o Dia Mundial do Diabetes. Cerca de 80% dos pacientes com qualquer um dos tipos da doença não sabem que ela pode atingir os olhos. Todos os tipos do diabetes podem originar problemas sérios de visão. Em geral, eles começam como micro sangramentos nos olhos, detectados apenas por exames clínicos. Se não diagnosticados no início, podem evoluir para a retinopatia diabética, causada pelo desregulamento de açúcar no sangue.

De acordo com Alexandre Ventura, diretor do Instituto de Olhos Fernando Ventura, o olho é o primeiro órgão a ser afetado. “A diabetes é uma causa frequente de cegueira porque o olho é o órgão mais vascularizado do corpo humano. A diabetes afeta os vasos, artérias e veias. Quem tem hiperglicemia, ou seja, glicose aumentada no sangue, vai estar ‘enferrujando’ essas veias e artérias de dentro pra fora. Se o diabético fizer um tratamento periódico, com consultas e exames de rotina, é possível tratar os problemas de visão e, em certos casos, até reverter a situação. Porém, em quadros avançados, há muito tempo sem tratamento, a recuperação da visão pode ser irreversível”, comentou o médico.

Com a doença, pode ocorrer sangramentos na retina ou dentro do olho e edema na mácula, que é a área central da retina responsável pela visão de detalhes, cores e leitura. Além de retinopatia diabética, esse problema pode causar glaucoma e catarata.

“O controle glicêmico rigoroso e hábitos saudáveis são as principais medidas a serem adotadas pelos pacientes a fim de evitar complicações. Acompanhamento oftalmológico periódico é muito importante, pois, se necessário, o paciente pode ser tratado com aplicação de laser, implantes de medicações especiais dentro do olho e cirurgia. O melhor prognóstico é a prevenção”, acrescentou Ventura.

Evento gratuito sobre diabetes

No dia 20 de novembro, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia promove o “24h pelo diabetes”. É uma mobilização online promovida por especialistas, celebridades e público em geral, em torno da conscientização dessa doença capaz de causar tantas complicações. O evento é gratuito e online, através dos canais oficiais do CBO. Alexandre Ventura será um dos participantes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado