Santa Cruz alcança redução histórica no número de homicídios

Município finalizou o terceiro trimestre do ano com o melhor mês desde a implementação do Programa Pacto pela Vida

Coronel Sena, Coronel Roque, Major Alberto Souza, Delegado Enio Maia e Coronel Vareda

O município de Santa Cruz do Capibaribe alcançou um feito histórico no final deste mês de setembro. De acordo com dados do 24º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco, a cidade fechou o terceiro trimestre de 2021 alcançando a meta de redução aos Crimes Violentos Letais Intencionais (Homicídios) do Pacto Pela Vida, com o último mês sendo o melhor de toda série histórica do Programa.

Santa Cruz não registra novos homicídios há 53 dias. Além disso, o município fechou o mês em primeiro lugar no índice de diminuição no Agreste, e em segundo lugar no índice geral do Estado. "Essa conquista histórica é fruto de um trabalho sério e com dedicação. Nossa parceria com os departamentos da Polícia Civil e Militar é de extrema importância para conseguirmos tornar nossa cidade mais segura e tranquila. Vamos continuar trabalhando firme para que nossos números continuem diminuindo", destacou o secretário municipal de Defesa Social, Coronel Varêda.

O Tenente-coronel Eduvando Roque, comandante do 24º BPM, celebrou a conquista e falou da importância da Guarda Municipal nesse trabalho. "Isso foi possível graças ao apoio incomensurável das forças de segurança pública municipais, em especial a Guarda Civil Municipal, que todo dia agrega forças e se junta a PM no combate à criminalidade. Quero agradecer o empenho e dedicação destes guerreiros e ao Coronel Varêda, no anseio da continuidade dessa parceria entre as instituições", declarou.

A Secretaria de Defesa Social segue realizando ações em prol de outros setores da segurança pública, como o treinamento dos vigilantes de rua do município e a implantação da Patrulha Ambiental, dedicada ao combate de crimes ambientais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado