Centro Tecnológico do Agreste recebe a visita do Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco e do Presidente do Iterpe

Visita técnica teve como objetivo buscar um espaço para instalação do Iterpe no CTA, além do remanejamento de alguns equipamentos para outros municípios


Nesta terça-feira (19), o Centro Tecnológico do Agreste, localizado em Caruaru, recebeu a visita de Lucas Ramos, secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, e de Henrique Queiroz, presidente do Iterpe - Instituto de Terras e Reforma Agrária, onde ambos visam trazer novas ações em prol da região. Henrique destacou que, com a mudança para o Centro Tecnológico, o Iterpe transformará Caruaru e região em uma prioridade.

"Nós descobrimos que na região de Caruaru e municípios vizinhos existe um acervo de 15 mil propriedades que não tem escritura pública, que vivem através de recibo, e o agricultor acaba passando por dificuldades para conseguir a sua aposentadoria. Com isso, buscamos o governador Paulo Câmara para realizarmos um trabalho efetivo nesta região. Portanto, viemos aqui hoje em busca de um espaço para colocar a equipe que nós estamos destinando para o Iterpe de Caruaru e região", disse. "Quero dizer aos agricultores, que o Governo do Estado e o Iterpe está olhando por eles, para trazer para estas pessoas a escritura pública de sua terra. Isso dará uma valorização de 500% nestas propriedades, e vamos batalhar para que isso seja possível."


Henrique também destacou que estes trabalhos já foram realizados em municípios como Jucati, onde foram entregues mais de 170 escrituras públicas. "A emoção dos agricultores foi tanta que os representantes destes municípios já estão se prontificando para serem nossos parceiros nessa empreitada. Também estivemos em Belo Jardim, onde fizemos cinco assentamentos para entrega dessas escrituras, e o município de Vertentes do Lério será um dos primeiros de Pernambuco a ser 100% legalizado no Estado. Vamos fazer o que não fizemos nestes quase 2 anos parados durante a pandemia."

O secretário Lucas Ramos destacou o trabalho do Governo do Estado em relação a Ciência e Tecnologia. "O Governador Paulo Câmara trata este assunto como uma prioridade máxima desde que assumiu o cargo em 2015. Nós alcançamos em 2020 a marca histórica de execução de orçamento na ordem superior a R$ 66 milhões em pesquisa científica e difusão do conhecimento através da FACEPE e a previsão para 2021 é aumentar ainda mais esse orçamento, para alcançarmos a casa dos R$ 72 milhões investidos. Isso vai transformar Pernambuco no segundo Estado do Brasil que mais investe em ciência e tecnologia, proporcionalmente ficando atrás apenas de São Paulo", declarou. "Isso torna Pernambuco um ambiente reconhecido nacionalmente. Na última semana recebemos a importantíssima notícia que estudos de uma Universidade do Ceará determinou que Pernambuco é o Estado que mais investe em inovações do Nordeste, e o oitavo do país. É uma importante marca e estamos trabalhando muito para melhorarmos a cada dia."


O secretário também frisou que, além de Caruaru, outros municípios do Polo de Confecções, como Santa Cruz do Capibaribe, serão beneficiados pelas futuras ações da Secretaria de Ciência e Inovação. "Em Caruaru já temos diversas ações em prol das novas tecnologias. Em Santa Cruz, nossa secretaria mantém uma máquina de corte que permite que os empreendedores possam realizar novos trabalhos e testar novos tecidos, além de permitir um melhor aproveitamento dos mesmos. E eu tenho certeza, que através do remanejamento destes equipamentos de Caruaru para Santa Cruz, vamos atingir ainda mais empresas e fazer crescer uma economia que é latente. Essas máquinas de corte e costura farão o Polo de Santa Cruz crescer ainda mais. Isso faz parte de uma política descentralizada", destacou Lucas, que também falou da importância do plano de retomada econômica pós pandemia. "Esse plano foi lançado em todas as regiões de desenvolvimento do Estado, inclusive se iniciando no Sertão do Pajeú, permitiu que saíssemos mais cedo dessa crise. Pernambuco é o segundo Estado que mais salvou vidas durante essa pandemia e o segundo na diminuição dos números de casos e mortalidades, e esse investimentos, na ordem de R$ 5 bilhões, é o que vai permitir a gente impulsionar o crescimento. Serão obras na área hídrica, infraestrutura asfáltica, educação e desenvolvimento econômico. O compromisso do Governador Paulo Câmara é fazer Pernambuco crescer mais que o Brasil", concluiu.





Edição- Jorge Luis
Reportagem- Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado