Com chegada da Coronavac, Pernambuco fará mobilização para segunda dose em atraso

Estado também anunciou envio de 82,2 mil testes rápidos de antígeno para reforçar rastreio e isolamento de casos positivos


Neste final de semana, os municípios pernambucanos estarão mobilizados para vacinar a população que ainda precisa finalizar o esquema vacinal contra a Covid-19 com a segunda dose da vacina da Coronavac/Butantan. A ação será possível com o recebimento, previsto para a manhã desta sexta-feira (18/06), de 65 mil doses do imunizante, que será enviado às cidades pernambucanas logo após a conferência e separação pelo Programa Estadual de Imunização (PNI-PE). Ao todo, 73 municípios que afirmaram precisar do insumo serão contemplados neste recebimento, totalizando 49.250 doses. Ou seja, serão sanados todos os pedidos. O saldo restante será destinado ao estoque estratégico do PNI-PE, para ajustes futuros que ainda possam ser necessários.

A decisão de fazer a mobilização ocorreu após uma reunião, na manhã desta quinta (17/06), entre o Estado e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (Cosems-PE). A orientação é que, além de aplicar a segunda dose em atraso da Coronavac, também haja a convocação daqueles que ainda não foram procurar a segunda dose da Astrazeneca e também já passaram do período preconizado, de três meses após a primeira dose.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) reforça a importância da população verificar nos canais oficiais do seu município como será a estratégia no final de semana, como os dias, horários e locais que farão o acolhimento do público. "Diante do recebimento destas doses, que zeram o déficit de 2ª dose da Coronavac em nosso Estado, iremos fazer, neste final de semana, uma grande mobilização para vacinar o máximo de pessoas com a segunda dose em atraso. Gostaria de destacar, mais uma vez, que o atraso na segunda dose não tira a validade da primeira. E é essencial completar o esquema vacinal com a segunda dose para se proteger. Por isso, aproveite a mobilização dos municípios neste final de semana", frisou André Longo na coletiva de imprensa online realizada na tarde de hoje.

"Também gostaria de ressaltar que todas as vacinas inclusas na campanha são seguras e eficazes. As reações, que podem ocorrer, são normais, mas leves e transitórias. Por isso, não acredite em fake news e garanta sua proteção", ratificou o gestor. Ao todo, Pernambuco já tinha encaminhado, entre maio e junho, 61.670 doses extras para os municípios que informaram falta da segunda dose da Coronavac/Butantan.

TESTAGEM - Com o objetivo de fortalecer a capacidade e a velocidade de diagnóstico da Covid-19, o Governo de Pernambuco vai distribuir 82,2 mil testes de antígeno na rede de atenção à saúde. Deste total, 70 mil serão destinadas para 62 cidades pernambucanas, localizadas nas II, IV, V, VI, VII, X e XI Gerências Regionais de Saúde (Geres), que estão com a maior representatividade de ocorrência de casos ativos do novo coronavírus.

Os outros 12 mil testes serão enviados para unidades hospitalares vinculadas à rede estadual de saúde, ajudando na triagem de pacientes que chegam às urgências e emergências, além daqueles diagnosticados com condições graves, como os pacientes oncológicos e os que convivem com doença renal. Com a aplicação desses testes e a liberação do resultado em poucas horas, ainda durante a classificação de risco, o encaminhamento do paciente para áreas Covid, ou não-Covid, acontece de maneira mais rápida e eficaz.

Os testes rápidos de antígeno são opções eficientes para detecções oportunas e em grande escala de infecções ativas pela Covid-19. Assim como os exames de biologia molecular (RT-PCR), já executados na rotina desde o início da pandemia, esse tipo de exame também detecta a presença do vírus na fase mais aguda da doença, possuindo a vantagem de ter um tempo de resultado muito menor, de aproximadamente 20 minutos, desde a coleta até a entrega do resultado.

"Essa iniciativa é fundamental para a interrupção das cadeias de transmissão do coronavírus, fortalecendo a testagem e a busca dos contactantes dos casos positivos. É um compromisso do governador Paulo Câmara e da Secretaria Estadual de Saúde de continuar disponibilizando mais testes rápidos. Nós temos, inclusive, um processo para aquisição de mais 500 mil testes rápidos de antígeno para dotar os municípios dessa detecção mais rápida da presença do vírus para buscar o isolamento e evitar que haja um aumento da contaminação. Então, o processo de ampliação da testagem, de testes rápidos de antígeno, é parte fundamental dessa estratégia", explicou o secretário André Longo.

CIRURGIAS ELETIVAS - As unidades de saúde pertencentes as rede pública e privada estão autorizadas a retomar a realização de cirurgias e procedimentos eletivos a partir desta sexta-feira (18/06) em todo o Estado de Pernambuco. A liberação, neste primeiro momento, deve atender os procedimentos com anestesia locorregional – anestesia localizada onde paciente, a princípio, não necessita de intubação – e internação hospitalar. Estas unidades devem estar atentas a sua disponibilidade de leitos e insumos medicamentosos, caso haja necessidade de conversão para anestesia geral. A portaria da autorização será publicada nesta sexta-feira (18/06) no Diário Oficial do Estado (DOE) e foi anunciada pelo secretário André Longo na coletiva desta quinta-feira (17/06). As cirurgias de caráter eletivo e que demandam anestesia geral continuam suspensas.

“Esta retomada será feita de forma gradual, de acordo com a realidade de cada unidade de saúde, e levando em consideração a oferta de vagas e também de insumos médico-hospitalares”, informou André Longo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado