IVETE CAETANO É ELEITA PRESIDENTE DO SINTEPE


Com 100% dos votos apurados, a Chapa 1 – Sintepe na Luta, autônomo e independente é a vencedora das eleições do Sindicato, ocorridas entre os dias 16 e 17 de junho de 2021. O resultado final deu para a chapa vencedora 64% dos votos válidos, o que correspondeu a 3.108 votos. Em segundo lugar, a Chapa 2 – Sintepe Live obteve 31,6% dos votos válidos, resultando em 1.536 votos. Já a Chapa 3 – Oposição Alternativa Sintepe, computou 4,4% dos votos, somando 211 eleitores. Brancos e nulos somaram 31 e 39 votos respectivamente.

Para o Conselho Fiscal, a Chapa 1 obteve 65,6% dos votos válidos, correspondendo a 3.131 votos. A Chapa 2 ficou com 34,4%, resultando em 1.645 votos válidos. A Chapa 3 não concorreu ao Conselho Fiscal.

A presidenta da Comissão Eleitoral declarou oficialmente a Chapa 1 eleita para a direção executiva do Sindicato. “Declaro eleita a Chapa 1 para dirigir nossa entidade sindical no triênio 2021/2023”, disse Maria do Socorro Assunção. A posse da nova diretoria está marcada para 17 de julho de 2021, em horário, local e formato a definir.

REPRESENTANTES SETORIAIS E NÚCLEOS REGIONAIS

A categoria também elegeu representantes para os 15 setores na Região Metropolitana do Recife e a direção dos 13 núcleos regionais no interior do Estado.

No Setor Recife Centro Norte, venceu a Chapa 1 com 150 votos. A Chapa 2 teve 50 votos.

No Setor Beberibe também venceu a Chapa 1 com 51 votos contra 22 da Chapa 2.

No Setor Cabo/Ipojuca a Chapa 1 obteve 65 votos e a Chapa 2 obteve 14.

No Setor Camaragibe/São Lourenço a Chapa 1 somou 90 votos e a Chapa 2, ficou com 39 votos.

No Setor Casa Amarela, foram 61 votos para a Chapa 1 e 29 votos para a Chapa 2.

No Setor Caxangá, a Chapa 1 somou 88 votos contra 60 da Chapa 2.

No Setor Igarassu/Itamaracá a Chapa 2 obteve 37 votos e a Chapa 1 conquistou 36.

Setor Jaboatão/Moreno, a Chapa 1 ganhou com 55 votos ante 19 votos da Chapa 2.

Setor Olinda Centro, vitória da Chapa 2 com 37 votos ante 32 votos da Chapa 1.

Setor Olinda Praia, a Chapa 1 obteve 49 ante 40 votos da Chapa 2.

Já no Setor Paulista/Abreu e Lima, a Chapa 2 levou o pleito com 68 votos contra 51 da Chapa 1.

No Setor Recife Centro Sul a Chapa 2 somou 16 votos e a Chapa 1, somou 6.

No Setor Sul Centro ocorreu um empate com as Chapas 1 e 2 obtendo 41 votos cada. A Comissão Eleitoral tratará do assunto na segunda-feira, 21 de junho.

Setor Sul Praia, vitória da Chapa 1 com 35 votos ante 9 votos da Chapa 2.

Por fim, no Setor Tejipió, a Chapa 1 teve 44 votos e a Chapa 2, somou 27 votos.

A Chapa 3 não apresentou candidatos e candidatas para representantes setoriais.

O Núcleo Regional do Agreste Meridional (Garanhuns) teve como vencedora a Chapa 2, com 171 votos. A Chapa 1 obteve 31 votos.

No Núcleo Regional do Agreste Setentrional (Caruaru), a vitória foi da Chapa 1 com 131 votos. A Chapa 2 somou 71 votos.

No Litoral Sul (Barreiros), a Chapa 1 somou 222 votos e não teve concorrente.

Na Mata Centro (Vitória de Santo Antão), vitória da Chapa 1 com 167 votos ante 63 votos da Chapa 2.

O Núcleo Regional Mata Norte (Nazaré da Mata) teve vitória da Chapa 1 com 201 votos contra 162 votos da Chapa 2.

Já na Mata Sul (Palmares), a vitória foi da Chapa 2 com 260 votos ante 92 da Chapa 1.

No Núcleo Regional do Sertão Central (Salgueiro), a Chapa 1 obteve 107 votos, enquanto a Chapa 2 foi votada por 26 filiados/as ao Sintepe.

O Sertão do Araripe (Araripina) reconheceu a Chapa 1 com 187 votos ante 91 votos para a Chapa 2.

O Sertão do Moxotó Ipanema (Arcoverde) deu vitória à Chapa 2 com 170 votos. Já a Chapa 1, somou 125 eleitores/as.

O Sertão do Pajeú (São José do Egito) deu a vitória para a Chapa 1, com 208. A Chapa 2 obteve 47 votos.

No Sertão Médio São Francisco (Petrolina), a Chapa 1 foi vencedora com 305 votos, diante de uma Chapa 2 que obteve 122 votos.

No Núcleo do Submédio São Francisco (Floresta) teve a Chapa 1 com 103 votos, assim como no Núcleo do Vale do Capibaribe a Chapa 1 somou 140 votos. Em ambos os núcleos, não houve concorrentes.

TERMINAIS ELETRÔNICOS

Foram utilizados pela categoria 127 Terminais Eletrônicos de Votação (TEVs) funcionando na Região Metropolitana do Recife e nos 13 núcleos regionais do Sintepe. O pleito ocorrido na última quarta e quinta-feira elegeu uma nova diretoria executiva, composta por 31 membros; um novo conselho fiscal e seus suplentes, somando seis membros; 15 setores na Região Metropolitana do Recife (RMR), cada qual com dois representantes e dirigentes de 13 núcleos regionais do Sindicato no interior do Estado. Cada núcleo é composto por cinco membros.

O processo eleitoral foi o primeiro com voto eletrônico ocorrido no Sintepe. O Sindicato contratou uma empresa com experiências exitosas em votação eletrônica nas eleições de diversos sindicatos no Brasil como no Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Fortaleza; Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins, em assembleias de votação Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina e também do Sindiforte (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Fortaleza).

As eleições do Sintepe mobilizam um grande movimento de logística. Além dos cerca de 380 mesários (um por chapa), também contou com a presença de fiscais, comissões eleitorais nos 13 núcleos regionais e a Comissão Eleitoral estadual. Há também o quadro de funcionários do Sindicato, empresas de serviços, fornecedores de alimentos e outro conjunto de trabalhadores e trabalhadoras à disposição para a democracia sindical no Sintepe. O Sintepe completou 31 anos de lutas em 30 de março de 2021.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado