Não desprezeis a Profecia, por *Dário Gomes.

Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. 2 Pedro 1:21.

Imagem da internet

Estamos vivendo tempos difíceis, tais quais até então, essa geração ainda não tinha experimentado, porém uma das maiores dificuldades que enfrentamos nesses tempos é a desinformação ou a informação equivocada, tomando por base qualquer coisa dentro de qualquer assunto, desde que seja de interesse comum.

Algumas dessas informações são repassadas por inocentes, ou seja, por pessoas que, por não terem conhecimentos ou porque não gostam de pesquisar ou porque não querem pesquisar ou ainda porque não sabem pesquisar, repassam informações dos mais diversos assuntos, sejam: políticos, religiosos, pessoais ou ainda qualquer outro tema. O perigo está em quem produziu a informação, qual a sua finalidade, qual o seu objetivo ou o que queria atingir ou alcançar com a devida informação.

Uma das áreas que mais se propagam mentiras ou desinformações é a área da religião. Devido as solicitudes dos povos ou até mesmo a necessidade do povo em querer se aproximar de Deus, muitos charlatões da fé aproveitam a falta de conhecimento deste e lançam suas palavras ou profecias e se intitulam “homens e mulheres de Deus” afim de angariarem recursos para si ou ainda para se promoverem diante do povo.

Estava analisando uma profecia de uma certa “pastora”, em que ela afirma que as vacinas contra covid-19 de nada servirão para curar a enfermidade, na realidade, ela até tem razão, pois vacina é para evitar que a doença atinja as pessoas produzindo anticorpos naquele que a toma, e não propriamente a cura de quem é atingido pelo vírus, porém a profecia dá a entender que não adianta tomar a devida, pois, segundo ela, essa doença foi permitida por Deus para “colher” aqueles que Deus quer junto a si.

Observando o teor da dita cuja podemos perceber o quanto esses “profetas” manipulam a palavra de Deus em prol de si e não se importam o que suas palavras possam gerar na vida de outros. Em nome de Deus falam e até afirmam que suas profecias não podem ser colocadas em dúvida, por se acharem “Mensageiros de Deus”, não sabem eles, ou se sabem, não querem admitir, que as profecias e os profetas devem passar pelo crivo de uma análise criteriosa, para saber se são verdadeiras ou não. (E falem dois ou três profetas, e os outros julguem). 1 Coríntios 14:29.

O fato é que:

Primeiro, a profecia verdadeira e que não se pode colocar dúvida alguma é a profecia das Escrituras, o livro está selado e nada se lhe pode nem se deve acrescentar, sua mensagem é verdadeira e não precisa de que alguém lhe assevere para que seja verdadeira, pois ela é a verdadeira profecia e não é de particular interpretação, ou seja, a bíblia é intérprete de si mesma. (Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. 2 Pedro 1:20)

Segundo, Toda e qualquer profecia vinda de pessoas, que não sejam os escritos bíblicos, são passíveis a julgamento humano, pois os seres humanos são fracos e falhos, embora saibamos que Deus possa falar a alguém através de outro, porém não é obrigação de Deus assim fazê-lo, e todo aquele que disser que Deus está lhe dizendo ou revelando algo, é passível de julgamento, não permitindo Deus que a profecia seja aceita sem que seja feita uma averiguação de sua veracidade, seja da profecia e também do profeta.

Incrível são as expressões que dizem: “Deus me falou: Filha, eu vou fazer isso ou aquilo...” Simplesmente acho que é muita intimidade e se alguém, hoje tem essa tão imensa intimidade, garanto que não está se promovendo nas redes sociais, porém, com certeza estará em seu quarto pedindo a Deus misericórdia pelos demais e por si próprio. O fato é que por faltar conhecimento, por parte do povo, muitos são enganados pelos profetas do óbvio. "O meu povo foi destruído por que lhes faltou conhecimento". Oseias 4.6.

“Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo”. 2 Pedro 1:21.

Tomar para si esse versículo afim de, se promover ou de assegurar que a sua profecia é verdadeira, no mínimo, é muita arrogância e um sacrilégio contra a Santidade de Deus, pois o versículo está se referindo à profecia das Escrituras, bem como muitos outros que assim afirmam:

Não havendo profecia (Escrituras), o povo perece; porém o que guarda a lei, esse é bem-aventurado. Provérbios 29:18

Eis que presto venho: Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro. Apocalipse 22:7.

É de bom siso atentarmos para o que nos diz a Palavra de Deus:

Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem. 1 Tessalonicenses 5:20,21.

E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas. 1 Coríntios 14:32.

E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. Mateus 24:11.

E falem dois ou três profetas, e os outros julguem. 1 Coríntios 14:29.

Sabemos que Deus pode usar seus servos para ministrarem uma palavra ou profecia, porém tudo que o Senhor faz , através de seus servos, redunda para a glória de Deus e nunca para a glória do homem.

Que o Senhor abençoe e tenha misericórdia de seu povo.

*Dário G. de Araujo é evangelista e atual gestor das Assembleias de Deus em São José do Egito.

Comentários

vandacunha disse…
É verdade
Agradeço a Deus pela vida do nosso pr Dário.

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado