“TAL PROCESSO NÃO É TÃO SIMPLES”, AFIRMA RAUL HENRY AO COMENTAR POSSIBILIDADE DE IMPEACHMENT DE JAIR BOLSONARO


O deputado federal por Pernambuco, Raul Henry (MDB), em participação ao programa Cidade em Foco, da Rede Agreste de Rádios e Blog do Alberes Xavier, lamentou a postura do Governo Federal diante da crise de saúde pública em Manaus (AM), além disso, o mesmo comentou a presença de diversas denúncias na Câmara Federal que buscam dá início a um processo de Impeachment contra o presidente da República Jair Bolsonaro.

Na oportunidade, o deputado lamentou a atuação do Governo Federal frente a crise desencadeada pelo novo coronavírus em Manaus. "O caos em Manaus, o colapso absoluto do sistema de saúde, foi resultado de uma negligencia criminosa, porque o aviso estava dado com antecedência, aquilo foi uma tragédia anunciada e as providencias só foram tomadas depois que pessoas morreram asfixiadas por falta de oxigênio. Isso é uma coisa injustificável”, afirmou.

CPI - Com fortes críticas à atuação do Ministério da Saúde, bem como, aos discursos negacionistas, Raul Henry destacou que pela primeira vez como deputado federal propôs a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Câmara Federal. "A gente tem que apurar as responsabilidades. A indignação que existe no país em relação a isso é muito grande e com justa razão”, disse.

Impeachment – Questionado sobre a efetivação de possível Impeachment contra Jair Bolsonaro, Raul destacou que tal processo não é tão simples. "Ele foi eleito pelo povo brasileiro e um processo de Impeachment não é uma coisa tão simples assim. A última pesquisa DataFolha dá que 54% da população brasileira não quer Impeachment, e mais 30% aprovam o presidente. O Impeachment é uma realidade política que nasce da mobilização da sociedade, não é o resultado de um desejo de quem quer que seja”, disse.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz