Medida aprovada pela Câmara vai agilizar vacinação contra o novo coronavírus, diz Eduardo da Fonte


A aprovação nesta sexta-feira (18) da medida provisória 1003/20, que autoriza a adesão do Brasil ao consórcio Covax Facility, foi celebrada pelo deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE). O parlamentar explica que a medida libera R$ 2,5 bilhões para a compra de vacinas e permite ao país acessar nove imunizantes em desenvolvimento, além de agilizar a autorização temporária de uso emergencial.

“Entendemos que estamos passando pelo momento mais difícil da nossa geração e precisamos garantir a vacinação rápida e segura da nossa população. O tempo que a Anvisa pode levar para aprovar o uso emergencial foi reduzido para cinco dias. Também agilizamos a compra de insumos. O processo ficará menos burocrático e a vacina deve chegar mais rapidamente aos brasileiros”, avalia Eduardo da Fonte.

O texto da medida provisória segue para análise e votação do Senado Federal.

Da Assessoria

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado