Contra Rodrigo Maia e ministros do STF, milhares fazem carreata na Esplanada dos Ministérios

Manifestantes furam isolamento social e se aglomeram em frente ao Museu da República e à Catedral de Brasília

André Borges, O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA – Aos gritos de “Fora Maia!” uma carreata de manifestantes pró-Bolsonaro toma da conta da Esplanada dos Ministérios na manhã deste domingo, 3. Dentro de centenas de carros, gritam palavras de ordem contra o presidente da Câmara dos Deputados e o Supremo Tribunal Federal (STF).
No dia em que o Brasil deve ultrapassar 100 mil casos e mais de 7 mil mortos pela covid-19, os manifestantes furam o isolamento social e se aglomeram em frente ao Museu da República, e da Catedral de Brasília. É dia de sol e calor em Brasília. Nas calçadas, ambulantes vendem bandeiras do Brasil. Muitas pessoas também circulam a pé e de bicicleta pela área.
ctv-tax-whatsapp-image-2020-05-03-at-105603
Manifestação pró-Bolsonaro neste domingo em Brasília.  Foto: André Borges/Estadão
Um carro de som é usado pelos manifestantes, que gritam palavras de ordem e de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que desde o início da pandemia minimiza a doença, diz que não se trata de nada grave e insiste em convencer as pessoas a irem para a rua, uma posição que seu próprio Ministério da Saúde, além de todas as autoridades e especialistas do Brasil e do mundo, rejeitam duramente. 
A Polícia Rodoviária Federal acompanha a movimentação. A previsão é sigam pela Esplanada até a Praça dos Três Poderes. Brasília tem registrado, até o momento, um número baixo de casos de contaminações e mortes por covid-19, porque boa parte da população tem respeitado as medidas de isolamento impostas pelo governo do Distrito Federal. Nos últimos dias, porém, tem aumentado o número de pessoas circulando pela cidade, apesar de as estatísticas indicarem que o coronavírus ainda não chegou ao pico em nenhuma região do País. Em todos os locais, os números de casos e mortes são ascendentes.  
Media Quality
Mobile Preset
360P
ctv-twe-whatsapp-video-2020-05-03-at-104154

Ontem, Bolsonaro saiu do Palácio do Alvorada e visitou cidades de Goiás. Desrespeitando completamente todas as recomendações de isolamento social, o presidente causou aglomerações, abraçou pessoas e disse que as medidas de proteção são “uma irresponsabilidade”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado