Justiça do Paraguai determina prisão de Ronaldinho Gaúcho e do irmão


A Justiça do Paraguai determinou neste sábado (7) a prisão do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e do seu irmão Roberto de Assis em caso de passaportes falsos.

O promotor do caso pediu que a prisão preventiva dos brasileiros fosse mantida, alegando "risco de fuga e que o Brasil não extradita seus cidadãos".

O ex-jogador e o seu irmão passaram a noite em uma prisão em Assunção e prestaram depoimento no começo deste sábado.

Carteira de Identidade Civil paraguaia falsa de Ronaldinho Gaúcho

Ronaldinho Gaúcho e Assis são investigados por suspeita de uso de falsos documentos de identificação paraguaios. 

O caso eclodiu na quarta-feira (4), quando Ronaldinho e Assis entraram no Paraguai utilizando passaportes adulterados e ficaram sob custódia em um hotel.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS