Camarote da Acessibilidade promove inclusão de pessoas com deficiência durante o Galo da Madrugada


Vans adaptadas do PE Conduz garantiram acessibilidade para aqueles que possuem deficiência física. A SDSCJ também atuou com a Ouvidoria Social, que fez a distribuição de pulseiras de identificação para crianças durante o desfile

O Camarote da Acessibilidade permitiu que cerca de 250 pessoas com deficiência e seus acompanhantes participassem do desfile do Galo da Madrugada, neste sábado (22). Promovido através de uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura do Recife, a estrutura foi montada no Pátio do Carmo. Também durante a folia, o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, montou três núcleos da Ouvidoria Social, que funcionaram na Estação Recife, no Metrô, e no Fórum Thomaz de Aquino e na Agência de Tecnologia da Informação (ATI), que distribuíram pulseiras de identificação para crianças, contendo o nome da criança e telefone dos responsáveis, e de material educativo sobre o respeito aos segmentos sociais durante o Carnaval. 

Para garantir o deslocamento dos participantes com deficiência até o desfile, a SDSCJ disponibilizou 15 vans do PE Conduz, um serviço gratuito do Estado que atua no Grande Recife e nos polos do Agreste Central, nas Zonas da Mata Norte e Sul e no Sertão do São Francisco atendendo pessoas com deficiência motora em veículos adaptados. 

Participando pela primeira vez do Camarote da Acessibilidade, Odair Celestino era só felicidade. Usuário de cadeiras de rodas, ele só acompanhava o desfile do Galo da Madrugada pela televisão. “Agora é só alegria. Estava ansioso por este momento. Minha primeira vez no Galo da Madrugada e pude acompanhar em um espaço ótimo, com conforto e segurança, inclusive no deslocamento, com as vans do PE Conduz”, pontuou. 

Secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, destacou que os serviços fazem parte de um conjunto de ações que são executadas durante todo o ano visando a garantia de direitos das pessoas com deficiência. “Precisamos quebrar os estigmas e permitir que todas as pessoas tenham acesso aos espaços, sejam eles públicos ou privados. Nossa aposta é na diversidade e na inclusão para construir uma sociedade, de fato, igualitária”, pontuou. 

O Camarote da Acessibilidade e as vans do PE Conduz irão funcionar durante todo o Carnaval em parceria com municípios, levando o público com deficiência para os principais pólos de festa. Amanhã (23), os serviços estarão no desfile dos Papangus, na cidade de Bezerros, e na segunda (24), na Praça Diogo Braga, em Vitória. Olinda contará com o espaço entre os dias 23 e 25, com a estrutura montada na Praça do Carmo. Além disso, uma novidade é que a Central de Libras também estará nos pontos. 


PROTEÇÃO DE CRIANÇAS

Ainda neste sábado, no Recife e em Olinda, crianças receberam pulseiras de identificação para caso de perda. “É primeira vez que trazemos ela para o Galo e ter a pulseira nos dá mais segurança. É um bloco que reúne muita gente e precisamos nos prevenir caso ela se perca”, pontua Leandro Cavalcanti, pai de Ana Beatriz de 9 anos. Já a Ouvidoria Social contou com uma equipe multidisciplinar formada por advogados, assistentes sociais e intérprete de libras para atender os foliões em caso de violações de direitos. O trabalho aconteceu em parceria com órgãos estaduais, como Ministério Público, Defensoria Pública, Secretaria de Defesa Social, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiro Militar, e Ordem dos Advogados do Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS