Na Alepe, Diogo Moraes pede ao Governo do Estado reforço de vacinas contra sarampo para o Agreste

Parlamentar destacou a circulação de pessoas de vários estados no Polo de Confecções, o que põe em risco a população da região. Diogo destacou que a vacinação é o único meio de se proteger.


Preocupado com a população do Agreste pernambucano, diante de uma série de casos confirmados de Sarampo na região, o deputado Diogo Moraes, vice-líder do governo na Alepe, subiu à tribuna da Casa Legislativa para fazer um comunicado. A morte de um bebê acometido de sarampo em Taquaritinga do Norte (Agreste), no mês passado, e demais casos registrados, motivaram o Governo do Estado a realizar uma campanha de vacinação no município. No pronunciamento, o parlamentar sugeriu ao Poder Executivo a extensão da ação para toda região do Polo de Confecções, já que o Agreste concentra o maior número de ocorrências.

O óbito citado por Diogo foi o primeiro confirmado pela doença neste ano em Pernambuco. Segundo o parlamentar, 28.500 doses extras da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) foram encaminhadas àquela Prefeitura. “O Estado contabiliza 13 casos, sendo três no Recife e os demais em cidades do Agreste”, frisou. Segundo Diogo, as investigações iniciais das equipes de campo do governo do estado relacionam os casos ao contato com indivíduos de outros estados, onde há a circulação da doença, e esta vinculação está sendo averiguada.

Moraes afirmou que o reforço da imunização é importante para que se crie uma barreira contra a doença. Ele salientou que o Polo de Confecções do Agreste recebe milhares de pessoas semanalmente, o que favorece a disseminação de vírus. “Será necessário um esforço conjunto para garantir a imunização da população”, ressaltou Diogo. Em aparte, o deputado Tony Gel (MDB) e a deputada Roberta Arraes (PP), parabenizaram o deputado pela exposição do tema e ressaltaram a necessidade de mobilizar os gestores municipais para vacinar 100% das pessoas vulneráveis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉDICOS CUBANOS GANHAM DESPEDIDA, NA SEDE DA UESCC, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE