Governo de Pernambuco recebe representantes da Câmara dos Deputados para discutir desapropriação do Centro Paulo Freire


O Governo de Pernambuco recebeu, nesta segunda-feira (16), representantes da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, que cumprem agenda no Estado para discutir a situação do assentamento Normandia e buscar uma saída negociada para a desapropriação do Centro de Formação Paulo Freire. Coube aos secretários Dilson Peixoto (Desenvolvimento Agrário) e Sileno Guedes (Desenvolvimento Social) receber os deputados federais Carlos Veras (PE), Valmir Assunção (BA) e João Daniel (SE); os estaduais Isaltino Nascimento e Carol Vergolino (Juntas) e representantes dos movimentos sociais e da sociedade civil.

Em nome do governador Paulo Câmara, os secretários Dilson Peixoto e Sileno Guedes reafirmaram o compromisso do Governo de Pernambuco com a construção de uma saída negociada para o impasse. “O Centro Paulo Freire é um espaço que serve a toda a sociedade. O espaço tem equipamentos e investimentos do Estado, como Academia das Cidades e a Casa da Juventude; além de parcerias com universidades federais e estadual (UFPE, UFRPE e UPE); e do fornecimento de merenda escolar pelo PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar)”, destacou Dilson, acrescentando que qualquer saída que passe pelo Estado terá o empenho do Governo.

Segundo os representantes do Executivo estadual, na última sexta-feira o juiz responsável pela execução da desapropriação abriu consulta à direção nacional do INCRA sobre a possibilidade de negociação. “Esse novo posicionamento do Judiciário abre uma nova possibilidade de acordo. Estamos reafirmando o posicionamento do Governo do Estado como parceiro nesse processo de construção de uma saída”, ressaltou Sileno.

Os parlamentares destacaram a importância do posicionamento do Governo de Pernambuco. “Já sabemos que podemos contar com o apoio de vocês e do governador Paulo Câmara. Nosso objetivo é encontrar uma saída negociada que garanta aos assentados continuar contando com o Centro Paulo Freire. Mas precisamos de tempo para construir essa saída”, ponderou o deputado Carlos Veras.

“É muito importante saber que o Governo do Pernambuco está com essa postura e queremos parabenizar por esse posicionamento. Estamos buscando sensibilizar o TRF, Ministério Público, o Ministério da Agricultura e o próprio INCRA sobre a importância desse Centro para os assentados e para toda a sociedade”, acrescentou o deputado João Daniel.

Depois da reunião com os secretários estaduais, realizada na sede do IPA, órgão vinculado à Secretária de Desenvolvimento Agrário, a missão seguiu para Caruaru, com a previsão de um encontro com o Ministério Público Federal e uma visita ao assentamento Normandia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉDICOS CUBANOS GANHAM DESPEDIDA, NA SEDE DA UESCC, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE