Abastecimento: Diogo Moraes e comitiva de Santa Cruz se reúnem com presidente da Compesa


Nesta segunda-feira (30), o deputado estadual Diogo Moraes, também vice-líder do governo na Alepe, esteve reunido com a presidente da Compesa, Manuela Marinho, na sede administrativa da Companhia, no Recife. O Diretor de Articulação e Meio Ambiente da Compesa José Aldo Santos e o Diretor Regional do Interior Marconi Santos também acompanharam da reunião. Em pauta, os projetos e iniciativas do Poder Executivo para municípios como Santa Cruz do Capibaribe, Taquaritinga do Norte, Sertânia, Iguaracy e demais municípios onde o deputado atua. Um dos principais temas abordados foi a diminuição do abastecimento de água em Santa Cruz do Capibaribe, ocasionado pela falta de chuvas na região. No encontro, Diogo esteve acompanhado de vereadores e lideranças da cidade. 

De acordo com Diogo Moraes, o diálogo com a nova presidente Manuela Marinho, bem como sua equipe, será fundamental para as próximas etapas das obras estruturadoras em curso na região. “Levamos pessoalmente a situação da falta de água, mesmo sabendo que o Governo de Pernambuco não poupa esforços por meio das obras de abastecimento como a Adutora do Alto Capibaribe e ainda a de esgotamento sanitário no município. Muito sensível à nossa causa, a doutora Manuela orientou sua equipe a verificar como a Compesa pode auxiliar a amenizar esse problema. Além disso, já temos uma agenda confirmada com a presidente para visitar as obras do esgotamento sanitário de Santa Cruz. Ela quer ver de perto essa obra que vai dar mais saúde e qualidade de vida a toda população”, acrescentou o deputado.

Segundo o parlamentar, um dos problemas identificados por meio de denúncias da população, é a obtenção de água de forma irregular ao longo das tubulações. “Essa denúncia já está em investigação por parte dos Órgãos competentes. Considerando que essa retirada de água é crime e afeta a toda população santa-cruzense, retirando a água que deveria chegar às torneiras do cidadão que paga suas contas, medidas serão tomadas a fim de acabar com este problema, melhorando a vazão da água que chega o município”, adiantou Diogo Moraes. 


De acordo com Marconi Azevedo, diretor regional do Interior, o desabastecimento em Santa Cruz se motiva pelo esgotamento da capacidade do reservatório de Tabocas. Dessa maneira, apenas os sistemas do Prata e do Pirangi atendem o município, dividindo abastecimento com Caruaru. “A gente espera ate meados de 2020 concluir a obra da Adutora do Alto Capibaribe que é a verdadeira redenção da cidade. Santa cruz é uma região desenvolvida que merece que a água chegue logo. O Governo do Estado está dando atenção”, reforçou. 

Durante a reunião, Manuela Marinho parabenizou e agradeceu a presença dos representantes do povo na reunião, reforçando a importância do diálogo. Estiveram presentes os vereadores Augusto Maia, Carlinhos da Cohab, Deomedes, Ernesto Maia, Joab do Oscarzão, Marlos, Ronaldo Pacas e Toinho do Pará. Além deles, Fernando Aragão, Zé Augusto e Tallys Maia também foram convidados para o encontro.

Fotos: Jefferson Lulu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉDICOS CUBANOS GANHAM DESPEDIDA, NA SEDE DA UESCC, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE