Natura anuncia a compra da Avon e cria gigante de US$ 10 bilhões

Negócio amplia domínios da brasileira no mercado global de cosméticos e forma o quarto maior negócio do setor no mundo

Fernando Scheller, O Estado de S. Paulo

A brasileira Natura anunciou nesta quarta-feira, 22, a compra da Avon, em uma operação de troca de ações. Segundo a companhia, o negócio vai criar o quarto maior grupo de cosméticos do mundo. O acordo traz uma quarta marca para a holding da Natura, que já controlava a própria Natura, a britânica The Body Shop e a australiana Aesop. O negócio avaliou a Avon em cerca de US$ 2 bilhões (R$ 8 bilhões), de acordo com fontes ligadas ao negócio.

A transação vai criar uma nova holding brasileira, Natura Holding S.A, na qual os atuais sócios da Natura terão 76% de participação, contra 24% dos atuais acionistas da Avon. Com a aquisição, a Natura & Co. passará a ter faturamento bruto anual superior a US$ 10 bilhões (R$ 40 bilhões), mais de 40 mil colaboradores e presença em cem países.

Com a inclusão da Avon em seu portfólio, a Natura tenta crescer no segmento mais popular de cosméticos. A empresa já está presente em segmentos de maior valor agregado, após a aquisição da britânica The Body Shop, e no de luxo em 2016, e com a australiana Aesop (sua primeira aquisição, em 2012). Segundo comunicado divulgado pela Natura sobre o negócio, a transação vai ajudar a empresa a "atender seus diferentes perfis de clientes, em diversos canais de distribuição, expandindo sua atuação para nova regiões".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS