Presidente da Câmara, mãe e primeira-dama são presos por crime eleitoral em Pentecoste

Esquema investigado pelo MPCE teria usado dinheiro de idosos para financiar campanha eleitoral de 2016

Sede da Câmara de Pentecoste (Foto: GOOGLE STREET VIEW)

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Pentecoste, Pedro Helmano Pinho Cardoso, a mãe dele e ouvidora municipal, Maria Clara Rodrigues Pinho, e a primeira-dama da Cidade, Maria Clemilda Pinho de Sousa, foram alvos de ação deflagrada nesta quarta-feira, 17, na Cidade a 92 km de Fortaleza.

A Operação Caixa 2, coordenada pelo promotor de Justiça Jairo Pereira Pequeno Neto e pelo delegado Regis Pimentel, cumpriu mandados de prisão preventiva para o político e prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica para as duas mulheres. O juiz Caio Lima Barroso, que determinou as prisões, ainda renovou o afastamento dos investigados de suas funções públicas por tempo indeterminado.

O esquema

As investigações indicam que a associação criminosa teria obtido financiamento ilegal para a campanha eleitoral de 2016. O atual prefeito, João Bosco Pessoa Tabosa, o sobrinho e a cunhada dele também integrariam o grupo, segundo o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE).

Conforme a denúncia, a associação criminosa tinha ajuda de Maria da Conceição Domingos Sousa, do marido dela, Moisés da Silva Gomes, e de dois funcionários do Banco do Brasil no Município. No esquema, eles realizaram uma série de estelionatos em idosos, contraindo empréstimos e adiantamentos de 13º salários sem autorização das vítimas. O dinheiro era empregado na campanha eleitoral.

Prisões

De acordo com o MPCE, as medidas cautelares cumpridas nesta quarta recaíram apenas sobre três investigados porque há indícios de que eles tentaram obstruir as investigações.

Segundo a instituição, as medidas contra o vereador foram mais severas porque ele teria praticado crime de estelionato contra idoso e ainda teria colocado Maria da Conceição como funcionária fantasma da Câmara. Imagens obtidas pelas investigações apontam que o político pagava mesada para a comparsa se sustentar em Fortaleza.

Mais informações em instantes

REDAÇÃO O POVO ONLINE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara