Bolsonaro avalia abrir escritório de negócios em Jerusalém

Por Jovem Pan 

Fernando Frazão/Agência BrasilDurante a campanha eleitoral, Bolsonaro defendeu a mudança 
da embaixada de Tel Aviv para Jerusalém

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, 28, que o Brasil deve abrir um escritório de negócios em Jerusalém, Israel. No domingo, 31, Bolsonaro desembarca no país, onde fica até o dia 3. “Talvez a gente abra um escritório de negócios”, disse.

Durante a campanha eleitoral, Bolsonaro defendeu a mudança da embaixada brasileira, que está localizada em Tel Aviv, para Jerusalém, seguindo decisões semelhantes às adotadas pelos Estados Unidos e Guatemala. Mas o assunto está em análise.

“Trump levou nove meses para definir a mudança da embaixada. Nós talvez abramos um escritório de negócios em Jerusalém”, disse o presidente, que falou com a imprensa hoje, após cerimônia no Clube do Exército, em Brasília.

De acordo com Bolsonaro, os representantes do Brasil devem votar “de acordo com a verdade” nos organismos internacionais. “Israel, Estados Unidos e Brasil e outros países já começaram a votar diferentemente da forma tradicional que é do lado da Palestina. Nós queremos direitos humanos de verdade. Quem define questões de Estado é o Estado de Israel.”

A cidade de Jerusalém está no centro de confrontos e disputas entre palestinos e israelenses, pois ambos reivindicam o local como sagrado. Para evitar o agravamento da situação, os países consideram Tel Aviv como a capital administrativa de Israel, onde ficam as representações diplomáticas internacionais.

*Com Agência Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara