‘O que nos une é muito maior’, diz Gleide Ângelo sobre bancada feminina da ALEPE

Foto: Divulgação

Blog de Jamildo

Com o dobro de representantes na Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) nessa legislatura, as 10 integrantes da bancada feminina devem seguir unidas apesar das suas diferenças ideológicas. É o que afirma a deputada estadual delegada Gleide Ângelo (PSB), eleita para o seu primeiro mandato com a maior votação da história para o cargo no Estado. O primeiro passo, aparentemente, já foi dado com um encontro das parlamentares na casa da deputada Simone Santana (PSB), reeleita em outubro.

As representantes resolveram comemorar na ocasião a primeira semana de trabalhos na Alepe nessa nova legislatura, além de reforçar a união da bancada e discutir projetos. “O que nos une é muito maior do que o que separa”, afirmou Gleide Ângelo. A reunião, realizada na Praia de Muro Alto, em Ipojuca, uniu no mesmo ambiente, por exemplo, o mandato coletivo Juntas (PSOL) e a deputada Alessandra Vieira (PSDB), mulher do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB). A cidade do Agreste foi a única onde o presidente Jair Bolsonaro (PSL) venceu no segundo turno o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) no Estado.

Também participaram do encontro as deputadas Roberta Arraes (PP) e Fabíola Cabral (PP), filha do prefeito licenciado do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (PSB). O socialista passou 87 dias preso na Operação Abismo acusado pela Polícia Federal de envolvimento em um esquema de desvio de R$ 92,5 milhões do instituto de previdência do município da Região Metropolitana. 

Além delas, as ex-deputadas Laura Gomes (PSB) e Terezinha Nunes (MDB), que deixaram a Alepe na última legislatura, foram outras políticas a prestigiar a reunião.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENDONÇA FILHO VOLTA A SER ESCRACHADO: ‘XÔ, GOLPISTA’

Vereadora Marielle Franco é assassinada a tiros na região central do Rio de Janeiro