Amigos, por Sônia Clemente*.


Há amigo mais chegado que um irmão.(Pv.18.24)

Davi teve de fugir muitas vezes do pai de Jônatas, Saul, porque este pretendia tirar-lhe a vida. Mas o que me chama a atenção é que a história de Davi e Jônatas se destaca pelo exemplo de amizade que deixaram na história. O que você seria capaz de fazer em prol de um amigo? Você pode dizer que é legal a seus amigos, qualquer que seja a situação que precise enfrentar? A lealdade é algo que não está na moda atualmente. Parece que o mundo mostra que é muito mais fácil olhar para si do que fazer algo em favor do próximo ou de um amigo. O exemplo de Davi é muito lindo porque em momento algum ele criticou o pai de Jônatas pela situação vivida. Essa atitude ocorreu porque Davi verdadeiramente respeitava seu amigo e era leal a ele. Nem a promessa que Davi recebeu de que seria rei no lugar de Saul ou mesmo a ameaça de morte o fizeram afastar-se ou brigar com seu amigo Jônatas. Embora Jônatas relutasse em entender que seu pai fosse inimigo de Davi, mas depois que foi confirmado a perseguição de seu pai para com seu amigo, Jônatas aceitou até mesmo ser o segundo no reinado futuro, embora sabemos que nunca tenha ocorrido porque Jônatas morreu em campo de batalha.

No livro de Samuel no capítulo 20 nos versos 42-43 registra o último encontro daqueles amigos, uma despedida emocionante em que ambos choraram. A palavra fala que Davi chorou mais que Jônatas. Possivelmente porque sabia que estava se despedindo de um amigo leal, alguém que sabendo da verdade, não temeu por sua própria vida nem mesmo diante do rei, Saul seu pai. A palavra de Jônatas deve com certeza ter trazido consolo e paz ao coração de Davi: " Vai-te em paz...". Davi foi embora e passou a viver exilado por cerca de dez anos, enquanto seu amigo voltava para casa. Das muitas experiências que Davi teve, não tenho dúvidas que a lealdade desse amigo, filho do rei, foi algo que marcou a sua vida. E nós como temos agido com os nossos amigos? Que marcas temos deixado na vida deles? Como falou o Pastor Júnior, ontem no culto de doutrina, que legado temos deixado para a sociedade que nos observa? Os amigos são presentes que Deus nos concede e devem ser cuidados com muito carinho. Amém!

*Sônia G. A. Clemente é missionária pela Assembleia de Deus em Ponta Porã – MS

Comentários

vandacunha disse…
Irmã Sônia parabéns pela mensagem.jairo obg por publicar

Postagens mais visitadas deste blog

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara