Advogados de Queiroz alegam questões de saúde e MP remarca audiência

Ex-motorista de Flavio Bolsonaro não compareceu à audiência agendada; próximo encontro foi marcado para o dia 21

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

RIO - Os advogados do ex-motorista de Flavio Bolsonaro (PSL), Fabricio Queiroz, alegaram questões de saúde e pouco tempo para analisar os autos para faltar o depoimento que estava previsto para esta quarta-feira, 19. De acordo com o MPRJ, a oitiva para o motorista esclarecer as transações atípicas em sua conta apontadas pelo Coaf foi remarcada para a próxima sexta-feira, 21. 

Fala, Queiroz. Ex-assessor parlamentar do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) deve explicar movimentação Foto: Alex Silva/Estadão

Segundo o MPRJ, os advogados de defesa de Fabrício comunicaram, no início da tarde desta quarta-feira, "que não tiveram tempo hábil para analisar os autos da investigação e relataram que seu cliente teve “inesperada crise de saúde” e estaria em atendimento para a realização de exames médicos de urgência, acompanhado de sua família".

"Em razão disso, o advogado solicitou o adiamento das oitivas e requereu cópia dos autos da investigação", informou, por nota, o MPRJ

A investigação corre sob sigilo e está sendo conduzida pelo Grupo de Atribuição Originária em Matéria Criminal do MPRJ.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara