Pai mata filho por engano após confundi-lo com assaltante

Filho foi confundido com assaltante e baleado no peito ao tentar entrar na casa do pai. Homem foi liberado pela polícia para ir ao velório do filho

Alyson e Adilson

Uma tragédia aconteceu na madrugada desta terça-feira (13) na cidade de Baraúnas, na Paraíba.

Alyson Azevedo, de 37 anos, foi baleado pelo pai, Adilson Azevedo, 63, após ser confundido com um assaltante. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Tudo aconteceu depois que vizinhos ligaram para Alyson informando que havia uma fumaça saindo da casa de Adilson, mas ninguém conseguia acordá-lo.

Ciente do que estava acontecendo, Alyson dirigiu-se até a casa do pai e tentou arrombar a porta para entrar. Neste momento, Adilson atirou de dentro da casa imaginando que se tratava de um assalto.

Alyson Azevedo foi atingido no peito e morreu a caminho do hospital. A polícia informou que a fumaça que saía da casa e chamou a atenção dos vizinhos era de uma panela que estava no fogão.
Arma

De acordo com Jorge Luis, delegado responsável pelo caso, Adilson não tinha porte e nem registro da arma que usou no crime. Durante o depoimento, Adilson entregou a arma com que atirou no filho, um revólver calibre 38.

O ex-prefeito não foi autuado e vai responder pelo crime em liberdade, já que se apresentou à polícia. Ele foi liberado para comparecer ao velório do filho.

No depoimento, Adilson disse que já havia sido assaltado e, por isso, quando escutou o barulho no portão da casa dele sendo violado, se preparou para atirar sem saber que a vítima era o próprio filho.
Pai e filho ex-prefeitos

Tanto o pai, Adilson, como o filho, Alyson, são ex-prefeitos de Baraúnas (PB). Alyson foi eleito prefeito da cidade em 2008, pelo MDB, enquanto seu pai foi o candidato eleito das Eleições 2000, pelo mesmo partido, na época ainda PMDB.

(Pragmatismo Político)

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO