Delegada ‘não demonstrou interesse’ em cargo no Draco, diz SDS

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Do Blog de Jamildo

O secretário de Defesa Social em exercício, Humberto Freire, afirmou nesta quarta-feira (7), em entrevista coletiva sobre o novo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco), que à delegada Patrícia Domingos foi oferecida a diretoria adjunta do órgão, mas ela “não demonstrou interesse”. A delegada chefiava a Delegacia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp), extinta com a lei que criou o Draco.

A delegada especial Sylvana Lellis ficará à frente do departamento.

O subchefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão, disse ter falado com Patrícia Domingos.

Agora, deverá ser definida em que delegacia ela deverá atuar. Além disso, quem vai ocupar o cargo que seria dela no departamento.

Mais cedo, Patrícia Domingos foi entrevistada no programa Resenha Política e falou sobre o assunto. 

Extinção da Decasp

Sob protestos nas galerias e de deputados de oposição, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou, nessa segunda-feira (5), por 18 votos a 7, a redação final do projeto de lei que mudou a estrutura da Polícia Civil. Com a mudança, foram extintas a Decasp, responsável por operações como a Ratatouille e Castelo de Farinha, e a Delegacia de Crimes contra a Propriedade Imaterial (Deprim), conhecida como “antipirataria”.

O projeto de lei tramitou na Assembleia em regime de urgência.

*Com informações de Renata Monteiro, do Jornal do Commercio

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO