José Gomes Filho eleito síndico do Moda Center Santa Cruz

Novo gestor do centro atacadista dará continuidade ao trabalho das gestões anteriores

A União dos Confeccionistas, à frente do Moda Center Santa Cruz há oito anos, foi reconduzida à administração do maior centro atacadista de confecções do país. O empresário José Gomes Filho foi eleito hoje (10/10) como o novo síndico e vai gerenciar o parque para o biênio 2018-2020. “A minha expectativa é que eu possa contribuir para o desenvolvimento do Moda Center e da região. É um momento de muita ansiedade, pois a responsabilidade é grande. Nossa gestão é formada por 25 pessoas que com certeza vão me apoiar neste percurso”, declarou José Gomes Filho, que finalizou seu discurso de posse registrando que “Santa Cruz já me serviu muito, e estou preparado para retribuir”.

Entre as principais propostas da nova gestão estão dar continuidade ao investimento na divulgação do Moda Center para fora do estado; investir e realizar estudos para melhoria da infraestrutura do centro atacadista; continuar incentivando o processo de formalização dos condôminos e comerciantes do parque; realizar ações de fidelização dos guias de excursões; continuar cobrando das autoridades a conclusão da duplicação da BR-104; investir na capacitação para o quadro de colaboradores do Moda Center; dar continuidade à realização do Estilo Moda Pernambuco, entre outras.


Cinco novos nomes passam a integrar o grupo: Antônio Carlos Batista, proprietário da marca Rastro Ativo; José Fernandes Cezar, da Camisaria Pai & Filhos, de Pão de Açúcar, Taquaritinga do Norte; José Amaro de Oliveira Barbosa, proprietário da marca Allyry Lingerie; Luciano Araújo de Sousa, da marca Toogood; e Janaína Marques Ramos, contadora, ex-presidente Associação Santa-cruzense de Contabilistas (Ascont) e proprietária de loja no centro atacadista. Composta por 25 membros, a chapa conta ainda com os ex-síndicos Valmir Ribeiro (2010-2014) e Allan Carneiro (2014-2018).



NOVO SÍNDICO – O empresário José Gomes Filho nasceu em Patu, no interior do Rio Grande do Norte (RN), onde viveu até os 14 anos. Filho de pais artesãos e agricultores, foi para São Bento, no interior da Paraíba, para fazer o Ensino Fundamental e Médio. Durante a infância e juventude, trabalhou vendendo frutas, dudu e trabalhou numa tecelagem na cidade. Um ano antes de concluir os estudos (1981), começou a trabalhar em um banco como auxiliar de serviços gerais e contínuo.

Dois anos depois, foi promovido à caixa. Em 1985, recebeu nova promoção e foi transferido para Francisco Dantas, outra cidade no interior do RN, para atuar como chefe de seção. Depois, foi promovido a subchefe de expediente, o que equivalia à subgerência de uma agência do porte no interior. Ocupou o cargo até 1996, quando deixou a carreira bancária para se dedicar totalmente à Joggofi, que tinha fundado com a esposa e irmão em 1991.

O foco da empresa sempre foi malharia. Nos primeiros anos, confeccionava roupas para blocos de carnaval, fardamentos e camisetas promocionais. Em 1997, mudou-se com a família para Santa Cruz do Capibaribe, época em que enxergou na cidade a oportunidade de prosperar na área de confecções. Montou uma nova confecção, na qual cortava, riscava tecido, modelava, costurava e vendia, e começou a produzir shorts e camisas de malha. Atualmente, a empresa vende para todo o país, conta com quase 200 colaboradores e produz cerca de 110 mil peças por mês.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

SETE GOVERNADORES ENCARAM TEMER E DIZEM NÃO A PEDRO PARENTE