Em Arcoverde, governador visita as obras da 2ª Estação Elevatória da Adutora do Moxotó


O sistema tem previsão de conclusão para agosto de 2018 e beneficiará 400 mil habitantes 
  
ARCOVERDE - O Governador Paulo Câmara esteve, nesta sexta-feira (27.07), no município de Arcoverde, no Sertão, para visitar as obras da 2ª Estação Elevatória da Adutora do Moxotó. A implantação do sistema tem valor estimado em R$ 85,6 milhões e beneficiará 400.000 habitantes que vivem nos municípios de Arcoverde, Pesqueira, Venturosa, Pedra, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Bento do Una e São Caetano. 
  
"Estivemos em Arcoverde para visitar essa obra tão importante para o desenvolvimento da cidade e de toda a região. Uma obra que vai trazer água da Transposição do Rio São Francisco, através da Adutora do Moxotó, e vai passar por toda a tubulação da Adutora do Agreste. Já estamos fazendo os testes e, até o final de agosto, vamos ter água saindo da torneira da casa das pessoas. Teremos uma condição hídrica muito melhor", garantiu Câmara.
  
A segunda etapa de testes do Sistema Adutor do Moxotó já foi iniciada. O trecho que começou a pré-operação tem 25 quilômetros de extensão, partindo da Elevatória 2, em Cruzeiro do Nordeste, distrito de Sertânia, até a Elevatória 3, localizada em Arcoverde. Para a conclusão da obra faltam apenas os cinco quilômetros restantes, entre a Elevatória 3 e a Estação de Tratamento de Água de Arcoverde.
  
"Essa é uma etapa importantíssima que o governador Paulo Câmara visitou aqui em Arcoverde. Essa obra é o marco zero da união das águas entre as adutoras do Moxotó, do Agreste e de Arcoverde. Essa é a reunião de três adutoras que vão fazer com que possamos atender rapidamente, até o final desse mês, por meio da Transposição, todos esses municípios", afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

A prefeita do município de Arcoverde, Madalena Brito, reafirmou a importância da obra para a região. "Foi um esforço enorme do Governo do Estado para poder realizar essa grande obra que é a Adutora do Moxotó. Não só essa, mas também outras obras que têm aqui na nossa cidade. Vai beneficiar 400 mil habitantes, então eu acredito que é um ganho pra Arcoverde, é um ganho pra nossa população". 


ADUTORA DO AGRESTE – O empreendimento, com investimento de R$ 784 milhões na primeira etapa da obra, com recursos do Governo Federal, beneficiará 23 municípios. A segunda etapa, que ainda não foi conveniada, deverá beneficiar mais 45 municípios do Agreste e Sertão pernambucano. 

Também estiveram presentes Gustavo Negromonte, secretário executivo da Casa Civil, e Antônio Figueira, chefe da Assessoria Especial.

Fotos: Aluísio Moreira/SEI

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CARLINHOS DA COHAB: MAIS ÁGUA PARA POÇO FUNDO E APOIO A DIOGO MORAES

PT estadual vota a favor da candidatura de Marília Arraes ao governo

Membros do PSD retornam ao grupo de situação em Santa Cruz do Capibaribe