Em Arcoverde, governador visita as obras da 2ª Estação Elevatória da Adutora do Moxotó


O sistema tem previsão de conclusão para agosto de 2018 e beneficiará 400 mil habitantes 
  
ARCOVERDE - O Governador Paulo Câmara esteve, nesta sexta-feira (27.07), no município de Arcoverde, no Sertão, para visitar as obras da 2ª Estação Elevatória da Adutora do Moxotó. A implantação do sistema tem valor estimado em R$ 85,6 milhões e beneficiará 400.000 habitantes que vivem nos municípios de Arcoverde, Pesqueira, Venturosa, Pedra, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Bento do Una e São Caetano. 
  
"Estivemos em Arcoverde para visitar essa obra tão importante para o desenvolvimento da cidade e de toda a região. Uma obra que vai trazer água da Transposição do Rio São Francisco, através da Adutora do Moxotó, e vai passar por toda a tubulação da Adutora do Agreste. Já estamos fazendo os testes e, até o final de agosto, vamos ter água saindo da torneira da casa das pessoas. Teremos uma condição hídrica muito melhor", garantiu Câmara.
  
A segunda etapa de testes do Sistema Adutor do Moxotó já foi iniciada. O trecho que começou a pré-operação tem 25 quilômetros de extensão, partindo da Elevatória 2, em Cruzeiro do Nordeste, distrito de Sertânia, até a Elevatória 3, localizada em Arcoverde. Para a conclusão da obra faltam apenas os cinco quilômetros restantes, entre a Elevatória 3 e a Estação de Tratamento de Água de Arcoverde.
  
"Essa é uma etapa importantíssima que o governador Paulo Câmara visitou aqui em Arcoverde. Essa obra é o marco zero da união das águas entre as adutoras do Moxotó, do Agreste e de Arcoverde. Essa é a reunião de três adutoras que vão fazer com que possamos atender rapidamente, até o final desse mês, por meio da Transposição, todos esses municípios", afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

A prefeita do município de Arcoverde, Madalena Brito, reafirmou a importância da obra para a região. "Foi um esforço enorme do Governo do Estado para poder realizar essa grande obra que é a Adutora do Moxotó. Não só essa, mas também outras obras que têm aqui na nossa cidade. Vai beneficiar 400 mil habitantes, então eu acredito que é um ganho pra Arcoverde, é um ganho pra nossa população". 


ADUTORA DO AGRESTE – O empreendimento, com investimento de R$ 784 milhões na primeira etapa da obra, com recursos do Governo Federal, beneficiará 23 municípios. A segunda etapa, que ainda não foi conveniada, deverá beneficiar mais 45 municípios do Agreste e Sertão pernambucano. 

Também estiveram presentes Gustavo Negromonte, secretário executivo da Casa Civil, e Antônio Figueira, chefe da Assessoria Especial.

Fotos: Aluísio Moreira/SEI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara