DEM, PP, Solidariedade e PRB definem candidato à Presidência até dia 20

Em encontro na noite desta quarta-feira, 4, em Brasília, com o pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB), representantes desses partidos externaram preocupações em relação aos baixos índices de intenção de voto no tucano

Vera Rosa, O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA - O grupo formado por DEM, PP, Solidariedade e PRB vai definir até o dia 20 deste mês o candidato que apoiará nas eleições 2018 para o Palácio do Planalto. Em encontro na noite desta quarta-feira, 4, em Brasília, com o pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB), representantes desses partidos externaram preocupações em relação aos baixos índices de intenção de voto no tucano. Pesquisas indicam que Alckmin tem atualmente de 4% a 6% das preferências.

O pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin 
Foto: Tiago Queiroz/Estadão

“Falamos tudo, expusemos o quadro atual, preocupações, estratégias para crescer”, afirmou o presidente do DEM, ACM Neto, que também é prefeito de Salvador.

Conhecido como “blocão”, o grupo está dividido. Até agora, a cúpula do DEM, do PP e do Solidariedade flerta com uma aliança com Ciro Gomes (PDT), mas ainda tem dúvidas sobre o aval de suas respectivas bancadas.

“Foi uma conversa boa e ele (Alckmin) se mostrou muito seguro”, disse ACM Neto, ao deixar o encontro. “Colocamos todas as nossas preocupações, sem vetos nem embargos”, completou.

Ao deixar o local, o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), afirmou que tudo será definido somente depois da Copa do Mundo. A portas fechadas, Alckmin disse estar certo de que crescerá nas pesquisas de intenção de voto depois que começar a propaganda política no rádio e TV. “Tem gente que ainda acha que sou governador de São Paulo”, afirmou o tucano.

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO