DEM, PP, Solidariedade e PRB definem candidato à Presidência até dia 20

Em encontro na noite desta quarta-feira, 4, em Brasília, com o pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB), representantes desses partidos externaram preocupações em relação aos baixos índices de intenção de voto no tucano

Vera Rosa, O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA - O grupo formado por DEM, PP, Solidariedade e PRB vai definir até o dia 20 deste mês o candidato que apoiará nas eleições 2018 para o Palácio do Planalto. Em encontro na noite desta quarta-feira, 4, em Brasília, com o pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB), representantes desses partidos externaram preocupações em relação aos baixos índices de intenção de voto no tucano. Pesquisas indicam que Alckmin tem atualmente de 4% a 6% das preferências.

O pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin 
Foto: Tiago Queiroz/Estadão

“Falamos tudo, expusemos o quadro atual, preocupações, estratégias para crescer”, afirmou o presidente do DEM, ACM Neto, que também é prefeito de Salvador.

Conhecido como “blocão”, o grupo está dividido. Até agora, a cúpula do DEM, do PP e do Solidariedade flerta com uma aliança com Ciro Gomes (PDT), mas ainda tem dúvidas sobre o aval de suas respectivas bancadas.

“Foi uma conversa boa e ele (Alckmin) se mostrou muito seguro”, disse ACM Neto, ao deixar o encontro. “Colocamos todas as nossas preocupações, sem vetos nem embargos”, completou.

Ao deixar o local, o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), afirmou que tudo será definido somente depois da Copa do Mundo. A portas fechadas, Alckmin disse estar certo de que crescerá nas pesquisas de intenção de voto depois que começar a propaganda política no rádio e TV. “Tem gente que ainda acha que sou governador de São Paulo”, afirmou o tucano.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara