Após denúncia da Oposição, Governo do Estado realoca recursos para o Mãe Coruja


Depois da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco denunciar o descaso com os programas sociais, o governo do Estado resolveu realocar recursos para o programa Mãe Coruja. A medida foi tomada através de decreto publicado, nesta terça-feira (15), a qual destina R$ 59 mil para o projeto e retira de outras atividades realizadas pela Secretaria da Mulher, a exemplo de ações de apoio à punição dos agressores e de Justiça para as mulheres, além de suporte às atividades fins da Secretaria da Mulher.

Para o líder da Oposição na Alepe, deputado Silvio Costa Filho (PRB), o governador deveria retirar gastos da publicidade e focar em benefícios para a população. “Reforçar o orçamento do Mãe Coruja é importante, mas o Governo Paulo Câmara continua cometendo um equívoco ao retirar recursos do combate à violência contra a mulher enquanto mantém gastos levados com consultoria, publicidade e cargos comissionados, além de outros gastos questionáveis, como a manutenção da Arena Pernambuco”, destacou.

Segundo dados divulgados no Portal da Transparência, houve uma queda de 61% nos recursos para o Mãe Coruja, saindo de R$9,7 milhões em 2014, para R$3,7 mi em 2007. “A Oposição vai continuar cumprindo o seu papel de fiscalizar as ações do Executivo e cobrar medidas que assegurem a qualidade de vida do povo pernambucano”, reforçou Silvio.

Foto: Jarbas Araújo/Alepe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara