Pernambuco foi o estado que mais fechou vagas formais em março no País

De acordo com dados do Caged, o saldo total do Estado 
foi de menos 9.689 vagas no mês de março de 2018

O índice do Caged avalia a variação entre a quantidade de empregos gerados e 
postos fechados no país - Foto: Agência Brasil

JC Online

Pernambuco foi o estado que mais fechou postos de trabalho formais no Brasil em março deste ano. O saldo total do Estado foi de menos 9.689 vagas. Os dados referentes à geração de empregos no País são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e foram divulgados nesta sexta-feira (20).

Com o resultado, Pernambuco foi na contramão do Brasil, que fechou o mês passado com um acumulado positivo total de 56.151 vagas.

O índice do Caged avalia a variação entre a quantidade de empregos gerados e postos fechados no País, neste caso durante o mês de março. A indústria de transformação foi a que mais puxou o índice para baixo no Estado: no total foram 8.432 empregos a menos.

Nesse setor, o destaque negativo ficou na indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico, que fechou 8.231 vagas do total da indústria de transformação. Logo em seguida aparece a agropecuária, com menos 2.787 postos de trabalho.

Em contraponto, o maior saldo positivo de Pernambuco ficou por conta do setor de serviços, que teve 1.091 mais vagas no último mês. O destaque nessa categoria foi do subsetor de Ensino, que teve saldo positivo de 675 postos de trabalho do total do setor de serviços. A segunda colocação foi da Construção Civil, com uma leve alta de 0,79%, ou seja, 541 vagas.

Sirinhaém e Ipojuca lideram resultado negativo no Caged

Os municípios de Sirinhaém, na Zona da Mata, e Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife, ambos na categoria de mais de 30 mil habitantes, sofreram com o resultado negativo na geração de empregos no último mês de março.

Em Sirinhaém foram abertos 74 postos de trabalho e 2.765 fechados. Com isso, a variação teve saldo negativo de menos 2.691 vagas, ou -39,41% da totalidade de Pernambuco.

No município de Ipojuca, abriu-se 560 vagas, ao passo que foram fechadas 1.638. Logo, o saldo negativo foi de 1.078 menos vagas no acumulado, o que significa - 3,84% do total do Estado.

Nas maiores cidades da Região Metropolitana, só Jaboatão dos Guararapes teve saldo negativo: a variação foi de menos 444 postos de trabalho. No Recife, houve um aumento de 624 postos e em Olinda, 68.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara