PEÇA-CHAVE NO IMPEACHMENT, BRUNO ARAÚJO DIZ QUE PSB TRAMOU PARA DERRUBAR DILMA


Peça-chave no golpe parlamentar de 2016 e voto decisivo no impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff, o ex-ministro e deputado federal Bruno Araújo (PSDB-PE) disse que o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, vice-presidente nacional e primeiro-secretário do PSB, respectivamente, trataram diretamente com ele de formas para afastar Dilma da Presidência da República; "Paulo Câmara e Geraldo Júlio sentaram diversas vezes comigo e com Mendonça (ex-ministro Mendonça Filho (DEM-PE) combinando como afastar a Dilma Rousseff", disse

Pernambuco 247 - Peça-chave e voto decisivo no golpe que resultou no impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff, o ex-ministro e deputado federal Bruno Araújo (PSDB-PE) disse que o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, vice-presidente nacional e primeiro-secretário do PSB, respectivamente, trataram diretamente com ele de formas para afastar Dilma da Presidência da República.

"Todos conhecem a posição coerente minha e de Mendonça (ex-ministro da Educação e deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE)), sempre fomos oposição ao PT e de Armando Monteiro em defesa de Lula. Mas Paulo Câmara e Geraldo Julio sentaram diversas vezes comigo e com Mendonça combinando como afastar a Dilma Rousseff e hoje buscam aliança com o PT que montou o jargão de golpistas. Vão ter que explicar essa situação. E se o MDB ficar com Paulo, o PT vai ter que se explicar porque se aliou numa coligação com o partido de Temer, então esse debate vai ser maravilhoso", disse Araújo ao Jornal do Commercio.

O tucano também ironizou o fato do PSB querer lançar o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) como candidato ao Planalto. "É legitimo que todos possam numa democracia pleitear a candidatura à presidência, mas as pessoas também vão ter que dar a cara para dar explicações. Como explica que uma pessoa tenha pedido aposentadoria 11 anos antes do tempo?", perguntou. "Joaquim Barbosa vai ter que ir para o enfrentamento, vai ser questionado, sim", completou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara