No Recife, Joaquim Barbosa busca bênção de Paulo Câmara e Geraldo

Entenda como o apoio de Paulo Câmara e de Geraldo Julio podem ser decisivos para candidatura presidencial de Joaquim Barbosa

Joaquim Barbosa jantou com o governador Paulo Câmara e com o prefeito do Recife, Geraldo Julio -
Foto: Agência Brasil

JC on line

Em busca de se viabilizar como candidato a presidência da República, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa jantou ontem com o governador Paulo Câmara (PSB) na casa do socialista no Recife. Com uma reunião da Direção Nacional do PSB que pode sacramentar sua candidatura presidencial marcada para amanhã, Barbosa busca reduzir as resistências internas no partido a sua candidatura, por isso busca a bênção do influente diretório de Pernambuco.

Joaquim Barbosa veio ao Recife para uma agenda profissional, mas aproveitou para marcar uma conversa com o governador e com o prefeito do Recife, Geraldo Julio; ambos membros da Executiva Nacional socialista. Dirigentes do PSB de Pernambuco, porém, não foram previamente avisados, nem convidados para o jantar. Uma das razões é que o presidenciável precisaria ter uma conversa franca com Paulo, para entender o cenário político do Estado e tentar convencer o governador a endossar sua corrida eleitoral.

PT

A candidatura de Barbosa exige um xadrez eleitoral de Paulo, que busca o apoio do PT para garantir a reeleição. O ex-ministro do STF foi relator do Mensalão, o primeiro grande escândalo a atingir a cúpula do PT Nacional. Em entrevista à Rádio Jornal no último dia 12, o senador Humberto Costa (PT) mandou o recado de que a candidatura de Barbosa poderia inviabilizar alianças estaduais do PSB com os petistas.

Além de Pernambuco, Barbosa também enfrenta resistências do PSB em São Paulo, outro diretório central socialista, onde o governador Márcio França (PSB) busca concorrer a reeleição com apoio do presidenciável tucano Geraldo Alckmin. Segundo o Datafolha, porém, nos cenários sem o ex-presidente Lula (PT), preso após condenação na Lava Jato, Barbosa chega a 10% das intenções de voto, em terceiro lugar e a frente de Alckmin e do ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ibope: Bolsonaro tem 28%, Haddad, 22%; Ciro, 11%; e Alckmin, 8%

Marina Silva aparece com 5% das intenções de voto Por Agência Brasil  Nova pesquisa do Ibope Inteligência sobre intenções de vot...

POSTAGENS MAIS ACESSADAS