Ler em voz alta ajuda a fixar coisas na memória, diz estudo


Técnica foi mais eficiente para a memorização do que ler em silêncio ou simplesmente ouvir outra pessoa falando


(portishead1/iStock)

Quando temos muita coisa para estudar, nosso sonho é conseguir memorizar os pontos importantes com facilidade e sem sofrimento. Mas muitas vezes lemos, lemos e parece que já esquecemos tudo logo em seguida. E aí a ansiedade aumenta, e nossa capacidade de concentração diminui ainda mais. O que fazer?

A ciência pode dar uma ajudinha. Um estudo novo, feito por pesquisadores da Universidade de Waterloo, no Canadá, descobriu a forma mais eficiente de memorizar aquilo que lemos.

Eles contaram com 95 voluntários para testar diferentes formas de estudar um texto: lendo-o silenciosamente, ouvindo outra pessoa ler para você, ouvindo uma gravação de você mesmo lendo ou simplesmente fazendo a leitura em voz alta. E o resultado foi que ler informações em voz alta resultou na melhor memorização.

Mas por que isso acontece? Segundo os autores, é graças ao chamado “efeito de produção”: a dupla ação de falar e se ouvir ajuda a fixar as palavras na memória de longo prazo.

“Este estudo mostra que a aprendizagem e a memória se beneficiam do envolvimento ativo“, disse o professor Colin M. MacLeod, presidente do Departamento de Psicologia de Waterloo e co-autor do estudo. “Quando adicionamos uma medida ativa a uma palavra, essa palavra se torna mais distinta na memória de longo prazo e, portanto, mais memorável”.

Mas não é só falando que conseguimos memorizar melhor as coisas: o segredo está na ação, na atividade. É por isso que desenhar diagramas e esquemas para estudar é algo que ajuda tanto, por exemplo – ou escrever à mão, como os próprios autores já haviam percebido em pesquisas anteriores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

SETE GOVERNADORES ENCARAM TEMER E DIZEM NÃO A PEDRO PARENTE