Em Brasília, Paulo Câmara apresenta pleitos a Bruno Araújo

Governador tratou com ministro das Cidades sobre financiamento para obras de saneamento

Do Blog da Folha

Governador e ministro durante reunião no Ministério das Cidades, em Brasília
Foto: Rafael da Luz/Ministério das Cidades

Em Brasília, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), apresentou pleitos para que o Ministério das Cidades possa enquadrar obras de saneamento nas regras da Instrução Normativa 14, permitindo à Compesa tomar empréstimos em torno de R$ 350 milhões, usando recursos do FGTS. O encontro ocorreu nesta terça-feira (3) com o ministro Bruno Araújo (PSDB).

Em agosto, o Governo do Estado cadastrou 50 propostas para ampliar os investimentos em saneamento, no montante de R$ 2 bilhões para obras em todo o Estado. Se viabilizado, R$ 1,7 bilhão será de empréstimo a Pernambuco. 

Na reunião desta terça, ficou pactuado que será estabelecido um grupo de trabalho conjunto, com técnicos da Compesa, do Ministério e da Caixa Econômica Federal para analisar as propostas e viabilizar a assinatura dos contratos de financiamento até o final de dezembro deste ano. 

“Temos um plano de investimentos muito ousado, que nos permitiu ultrapassar a marca de R$ 1,5 bi investidos nos últimos três anos. A Compesa está estruturada e pela primeira vez em sua história poderá tomar empréstimos diretamente. A boa gestão de uma empresa pública permitirá acelerar ainda mais os investimentos em saneamento para milhares de pernambucanos", afirmou o governador Paulo Câmara.

Dentre as obras que o Governo do Estado pretende tomar empréstimo para viabilizar o seu andamento, estão: a ampliação dos Sistemas de Água em Morros do Recife e de Jaboatão dos Guararapes, e nas cidades do Cabo de Santo Agostinho, Caetés, Capoeiras, Camaragibe, Custódia, Garanhuns, Gravatá e Ipojuca. 

Também foi priorizada pelo governador a Adutora do Alto Capibaribe, que atenderá oito municípios do Agreste Setentrional (Santa Cruz do Capibaribe, Jataúba, Toritama, Taquaritinga do Norte, Vertentes, Frei Miguelinho, Santa Maria do Cambucá e Vertente do Lério). 

Além disso, na área de esgotamento sanitário, o Governo de Pernambuco pretende destinar mais de R$ 100 milhões para ampliação dos sistemas de Recife e Petrolina, no Sertão. 

Ainda durante o encontro, o governador pediu o empenho do Ministério das Cidades para destravar obras que estão em andamento, mas que ainda não receberam nenhum repasse do governo federal e estão sendo tocadas com recursos próprios, a exemplo da ampliação do abastecimento de Água do Cabo de Santo Agostinho (Cidade Garapu e Charneca). Paulo Câmara também solicitou agilidade para autorizar o início das obras da Adutora de Alto do Céu, que injetará mais água para Olinda. 

A reunião contou com as presenças do presidente da Compesa, Roberto Tavares, do assessor especial do Ministério das Cidades, Olavo Andrade, e do secretário-executivo do Ministério, Marco Aurélio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara