PARA BARRAR LULA, PSDB COGITA RENATA CAMPOS COMO VICE


Com Lula lutando para permanecer no páreo eleitoral de 2018, o PSDB se prepara para lançar uma nova ofensiva contra o ex-presidente no terreno onde o capital eleitoral do petista é mais forte: a Região Nordeste; ideia é reduzir este capital político chamando para vice da chapa tucana a ex-primeira dama Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos (PSB); convite também é visto como a grande chance do PSDB para fechar uma aliança nacional com o PSB; nome nordestino forte é visto pela cúpula do partido como algo essencial para barrar a influência de Lula, principalmente se o candidato do PSDB for original de São Paulo, como o prefeito da capital, João Doria, ou o governador, Geraldo Alckmin

Pernambuco 247 - Com Lula lutando para permanecer no páreo eleitoral de 2018, o PSDB se prepara para lançar uma nova ofensiva contra o ex-presidente no terreno onde o capital eleitoral do petista é mais forte: a Região Nordeste. A ideia é reduzir este capital político chamando para vice da chapa tucana a ex-primeira dama Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos (PSB).

Um nome nordestino forte é visto pela cúpula do partido como algo essencial para barrar a influência de Lula, principalmente se o candidato do PSDB for original de São Paulo, como o prefeito da capital, João Doria, ou o governador, Geraldo Alckmin.

No caso de Renata Campos, o convite também é visto como a grande chance do PSDB para fechar uma aliança nacional com o PSB, aliança que é desejada desde há muito tempo por caciques tucanos, como o próprio Alckmin. Uma outra alternativa é o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara