GOVERNO TEMER FECHA 1º SEMESTRE COM ROMBO RECORDE DE R$ 56 BILHÕES


Secretaria do Tesouro Nacional informou nesta quarta-feira, 26, que as contas do governo de Michel Temer terminaram o primeiro semestre deste ano com um déficit de R$ 56,09 bilhões; é o pior resultado para o primeiro semestre desde o início da série histórica, em 1997, ou seja, em 21 anos; até então, o maior déficit para esse período havia sido registrado em 2016 - quando o rombo somou R$ 36,47 bilhões no primeiro semestre; é o terceiro ano seguido em que as contas ficam no vermelho neste período

247 - A Secretaria do Tesouro Nacional informou nesta quarta-feira, 26, que as contas do governo de Michel Temer terminaram o primeiro semestre deste ano com um déficit de R$ 56,09 bilhões. 

É o pior resultado para o primeiro semestre desde o início da série histórica, em 1997, ou seja, em 21 anos. Até então, o maior déficit para esse período havia sido registrado em 2016 - quando o rombo somou R$ 36,47 bilhões no primeiro semestre. É o terceiro ano seguido em que as contas ficam no vermelho neste período.

O fraco resultado das contas públicas também acontece em um ambiente ainda de baixo nível de atividade, que tem se refletido na arrecadação de impostos e contribuições federais.

A meta fiscal do governo federal para este ano é de déficit primário (despesas maiores do que receitas, sem contar os juros da dívida pública) de até R$ 139 bilhões.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

SETE GOVERNADORES ENCARAM TEMER E DIZEM NÃO A PEDRO PARENTE

MENDONÇA FILHO VOLTA A SER ESCRACHADO: ‘XÔ, GOLPISTA’

O Estádio Arizão se "veste" para receber o São João da Moda 2018

ACUADO, TEMER CEDE AOS CAMINHONEIROS E DESFAZ POLÍTICA DE PARENTE, QUE PODE CAIR