URGENTE: Brasil tem mais de mil novos casos de coronavírus em 24h


Balanço divulgado neste instante pelo Ministério da Saúde mostra que, em apenas 24 horas, Brasil registra 1,1 mil novos casos confirmados a mais de coronavírus. Mortes chegam a 240

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta 
(Imagem: Marcello Casal/ABR)

No final da tarde desta quarta-feira (1), o Ministério da Saúde anunciou que subiu para 240 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil — um aumento de 39 mortes em apenas 24 horas.

No total, são 6.836 casos oficiais confirmados no país até agora, segundo o governo (1.121 diagnósticos em um dia). A taxa de letalidade da doença no Brasil é de 3,5%. A título de comparação, a taxa de mortalidade da H1N1 é de 0,2%.

As novas vítimas são dos estados do Ceará (1), Minas Gerais (1), Paraíba (1); Pernambuco (2); Rio Grande do Norte (1); Rio de Janeiro (5); e São Paulo (28).

No total, as mortes relacionadas ao vírus em cada estado são: Alagoas (1), Amazonas (3); Bahia (2); Ceará (8); Distrito Federal (3); Goiás (1); Maranhão (1); Mato Grosso do Sul (1); Minas Gerais (3); Paraná (3); Paraíba (1); Pernambuco (6); Piauí (4); Rio Grande do Norte (2); Rio Grande do Sul (4); Rio de Janeiro (23); Rondônia (1); Santa Catarina (2); e São Paulo (136).

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), voltou a demonstrar preocupação com o crescimento quase exponencial no número de casos da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, no mundo.

Hoje, em entrevista coletiva, ele projetou o número de infectados confirmados que a doença alcançará nos próximos dias e falou sobra a situação da América do Sul em meio à pandemia.

“Ao entrarmos no quarto mês desde o início da pandemia da covid-19, estou profundamente preocupado com a rápida escalada e a disseminação global de infecções”, considerou.

“Nos próximos dias, chegaremos a 1 milhão de casos confirmados de covid-19 e 50 mil mortes. Embora números relativamente baixos de casos covid-19 confirmados tenham sido relatados na África e na América Central e do Sul, percebemos que a covid-19 poderia ter sérias consequências sociais, econômicas e políticas para essas regiões. É essencial garantir que esses países estejam bem equipados para detectar, testar, isolar e tratar casos”, acrescentou Ghebreyesus.

Espanha tem pico de mortes

As autoridades espanholas de Saúde informaram nesta quarta-feira (1º) que, nas últimas 24 horas, a Espanha registrou 864 mortes por Covid-19. É o segundo dia seguido que o país ibérico tem um pico na contagem de mortos. O total de casos de contágio confirmados chega a 102.136.

O número de mortes é o mais alto para um dia, desde o início da pandemia de coronavírus. Na terça (31), a Espanha havia registrado 849 mortos, a maior cifra até então. Antes disso, o pico anterior foi no sábado (28), quando o país registrou 832 mortes.

Cenário sombrio nos EUA

Nesta quarta-feira (1), os EUA ultrapassaram a barreira dos 200 mil infectados por coronavírus — um recorde mundial absoluto de testes positivos para a nova doença.

Apenas nas últimas 48 horas, 50 mil pessoas foram diagnosticadas com Covid-19. 

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, os EUA têm agora 209 mil casos e 4.700 mortes.

Na terça-feira (31), no dia em que o número de mortes nos EUA e ultrapassou a China, a Casa Branca apresentou um cenário sombrio para os próximos meses e previu de 100 mil a 240 mil mortos no país mesmo com a adoção de medidas de distanciamento social.

Siga-nos no Instagram | Twitter | Facebook

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS