Moraes recusa pedido da PGR de anulação de operação contra empresários

As buscas atingiram 8 empresários que mantinham um grupo no WhatsApp com mensagens de endosso a um possível golpe do presidente Jair Bolsonaro

Da redação
Band.Uol


O ministro Alexandre de Moraes recusou o pedido da Procuradoria-Geral da República de anulação da operação que cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços de empresários bolsonaristas acusados de apoiar um golpe de Estado.

As buscas atingiram 8 empresários que mantinham um grupo no WhatsApp com mensagens de endosso a um possível golpe do presidente Jair Bolsonaro.

Destaques

A Procuradoria-Geral da República enviou ao Supremo Tribunal Federal um documento que aponta "contradição" do ministro Alexandre de Moraes na operação contra empresários realizada em agosto.

Segundo a vice-procuradora, Lindôra Araújo, Moraes apresentou "fortes contradições" ao dar início a uma investigação baseada em uma fonte que já foi alvo de fortes críticas do próprio ministro. Lindôra Araújo ainda apontou que houve violação por parte do ministro do STF ao decretar uma operação sem atender a algum pedido do Ministério Público ou da polícia.

A vice-procuradora agora pede que os investigados sejam levados à primeira instância, e não ao Supremo, por não terem prerrogativa de foro privilegiado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre