Serviço de Abordagem Social de Santa Cruz presta contas dos seus primeiros meses de atividades

O SEAS foi colocado em prática pela Gestão Fábio Aragão para auxiliar pessoas em vulnerabilidade social

Implementado no mês de Março pela Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, o SEAS - Serviço Especializado em Abordagem Social, vem realizando diversas atividades e ações em prol dos cidadãos em situação de rua do município. Em entrevista ao repórter Jairo Gomes, a Assistente Social do Serviço, Nilda Lira, comentou algumas das principais intervenções da equipe.

"Como estamos numa pandemia, o número de pessoas em vulnerabilidade social cresceu muito. Desse modo, abordamos algumas pessoas e encaminhamos para o aluguel social ou para centros de acolhimento, dessa forma facilitando o dia a dia enquanto essas pessoas buscam por emprego", disse. "Além disso, também abordamos muitas situações de trabalho infantil, e desde que a SEAS foi implementada em Santa Cruz, o número desses casos vem diminuindo."

Nilda Lira também frisou: "Em nenhum momento obrigamos ninguém a sair de onde estão. As pessoas vivem como elas querem, é um direito delas. Mas, a partir do momento que fazemos a abordagem e identificamos a necessidade e o cidadão demonstra o interesse no acolhimento, fazemos a nossa parte. É nítido que os trabalhos da equipe tem surtido efeito. No caso de crianças, elas estão expostas a altos riscos, portanto trabalhamos em parceria com o Conselho Tutelar para que essa criança seja acompanhada", destacou.

A assistente social falou do apoio da gestão municipal. "O Prefeito Fábio Aragão está nos dando todas as condições para trabalhar e com isso somos eficazes e temos como comprovar. Temos várias pessoas que agora estão no aluguel social e outros que já conseguiram empregos. Além disso, temos pessoas LGBTQIA+ que viviam nas ruas por não serem aceitas, e com nosso trabalho essas pessoas estão reestruturando suas vidas."

O SEAS está ligado a Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social de Santa Cruz do Capibaribe, trabalhando em conjunto com Conselho Tutelar e os CRAS e CREAS do município.

Edição- Jorge Luis
Reportagem- Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado