Postagens

Mostrando postagens de Outubro 18, 2018

Bolsonaro tem 59% dos votos válidos contra 41% de Haddad, diz Datafolha

Imagem
O capitão reformado e o ex-prefeito de SP oscilaram um ponto percentual em relação à pesquisa da última semana
Por Clara Cerioni EXAME
Bolsonaro e Haddad: (Montagem/EXAME)
São Paulo — No Datafolha desta quinta-feira (18), o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 59% dos votos válidos, contra 41% de seu adversário, Fernando Haddad (PT).
Na semana passada, o pesselista tinha 58% e o petista, 42%. Os votos válidos excluem os brancos, nulos e indecisos.
A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O índice de confiança é de 95%.
Na conta dos votos totais, o capitão reformado tem 50% das intenções e o ex-prefeito de SP, 35%. Os brancos e nulos são 10% e os indecisos, 5%.
Na rejeição, Bolsonaro tem 41% e Haddad tem 54%.
O Datafolha ouviu 9.371 eleitores entre os dias 17 e 18.
Denúncia de hoje
Nesta quinta-feira, a Folha de São Paulo noticiou que ao menos 4 empresas pagaram para disparar mensagens em massa no WhatsApp de apoio ao líder nas pesquisas,…

#Caixa2doBolsonaro se torna o assunto mais comentado na internet mundial

Imagem
DO SITE PRAGMATISMO POLÍTICO
#Caixa2doBolsonaro se torna o assunto mais comentado na internet mundial após reportagem revelar campanha criminosa de empresários custeada por um valor ainda incalculável
Ao lado de Bolsonaro, Luciano Hang é apontado como um dos  envolvidos no esquema milionário ilegal
Reportagem do jornal Folha de S.Paulo publicada na edição desta quinta-feira (18) revelou que empresários brasileiros estão investindo milhões, de maneira ilegal, para fazer disparos de mensagens em massa pelo Whatsapp contra o PT e o seu candidato a presidente Fernando Haddad.
Cada contrato de “pacote de mensagens” pode chegar a até R$ 12 milhões. A rede de lojas Havan, de Luciano Hang, está entre as empresas compradoras. A prática configura crime de caixa 2, pois o dinheiro não está sendo declarado.
Além disso, a prática também é ilícita por se tratar de doação empresarial de recursos, proibida pela atual legislação eleitoral.
A operação envolve o envio de centenas de milhares de mensagens…

Empresários bancam campanha contra o PT pelo WhatsApp

Imagem
Com contratos de R$ 12 milhões, prática viola a lei por ser doação não declarada
Patrícia Campos Mello FOLHA DE SÃO PAULO
Empresas estão comprando pacotes de disparos em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp e preparam uma grande operação na semana anterior ao segundo turno. 
A prática é ilegal, pois se trata de doação de campanha por empresas, vedada pela legislação eleitoral, e não declarada. 
A Folha apurou que cada contrato chega a R$ 12 milhões e, entre as empresas compradoras, está a Havan. Os contratos são para disparos de centenas de milhões de mensagens.
Logotipo do aplicativo WhatsApp - Reuters
As empresas apoiando o candidato Jair Bolsonaro (PSL) compram um serviço chamado "disparo em massa", usando a base de usuários do próprio candidato ou bases vendidas por agências de estratégia digital. Isso também é ilegal, pois a legislação eleitoral proíbe compra de base de terceiros, só permitindo o uso das listas de apoiadores do próprio candidato (números cedidos de f…

Novo saque do PIS/Pasep é liberado nesta quinta-feira

Imagem
Trabalhadores podem checar se têm valores a receber acessando o site do Banco do Brasil, no caso do Pasep, e da Caixa Econômica Federal, para o PIS
Giuliana Saringer, do R7
Trabalhador precisa ser cadastrado no PIS/Pasep para ter direitoServiço Noticioso / Fotoarena - 13.08.2018
O pagamento de mais um lote do PIS/Pasep(abono salarial) começa nesta quinta-feira (18).
O abono salarial é um benefício garantido aos trabalhadores que estão cadastrados no fundo PIS/Pase por pelo menos cinco anos, que receberam remuneração mensal de até dois salários mínimos (R$ 1.908, em 2018) durante o ano-base, ter trabalhado por pelos menos 30 dias no período e ter os dados informados pelo empregador no RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).
O PIS (Programa de Integração Social) é destinado aos funcionários da rede privada e é administrado pela Caixa Econômica Federal. Para os nascidos em outubro, estão disponíveis R$ 1,38 bilhão para 1,89 milhão de trabalhadores. Já o Pasep destina-se aos servidore…

Haddad e partido de Ciro vão à Justiça para cassar chapa de Bolsonaro

Imagem
Eles apontam crimes eleitorais em suposta ação de empresários para custear mensagens anti-PT e fake news; impugnação é possível, dizem especialistas
Por Da Redação da Veja
O presidenciável Fernando Haddad (PT) e o ex-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes  (João Miguel Júnior/TV Globo)
O presidenciável Fernando Haddad (PT) e o PDT, partido que o apoia no segundo turno, vão entrar na Justiça para pedir a punição de Jair Bolsonaro (PSL) e a impugnação de sua chapa em razão de reportagem desta quinta-feira do jornal Folha de S. Paulo que revela que empresários bancaram a disseminação de mensagens contra o PT nas redes sociais.
Segundo o jornal, as empresas – que também terão suas punições pedidas à Justiça – custearam, com contratos de 12 milhões de reais, serviços de disparos de conteúdos por meio do WhatsApp contra o partido e favorecendo Bolsonaro. Haddad disse que há indícios de outros “milhões de reais” em contratos ainda não identificados.
“Em qualquer lugar do mundo, isso se…