"Se der para federal, nós vamos", sustenta Fernando Aragão

Por Bruno Muniz

Foto: Jean Pierre (Rádio Santa Cruz FM)

Em entrevista ao programa Diário News – Rádio Santa Cruz FM – nesta quarta-feira (24), o ex-vereador Fernando Aragão (PTB) falou sobre o seu atual momento político. Acompanhado do empresário Cleiton Barboza, o político também esclareceu recentes informações que circularam nos meios de imprensa e até mesmo defendeu o nome de Cleiton para futuras candidaturas em cargos políticos alternativos, não necessariamente municipalizados.

Inicialmente, Fernando tratou de esclarecer os recentes temas que o colocaram como uma possibilidade para a disputa eleitoral de outubro. Nos bastidores ventila-se que o ex-vereador poderia disputar o cargo de deputado federal. Ele não descarta a hipótese.

"Eu assumi o compromisso de votar em José Augusto Maia para estadual, além desse compromisso eu não tenho nenhum outro. E aí, meu amigo, eu sou político. Lógico que não vamos sair com uma bandeira levantando só para dizer que somos candidatos. Mas, existem conversas, se não deu para estadual e se der para federal, nós vamos, não tem problema nenhum. Lógico que temos que conversar, pois o meu grupo político ainda não fez nenhuma reunião para que isso pudesse estar se concretizando. É preciso entender também que se nós sairmos não vamos sair em uma aventura, tem que sair baseado talvez em uma chapinha", destacou.

Foto: Jean Pierre (Rádio Santa Cruz FM)

Ainda no âmbito das candidaturas o vereador também ressalta que qualquer um do grupo que exerce uma função política na sociedade pode fazer escolhas pessoais em consenso com o partido, visando assim disputar um cargo eleitoral. Assim como reafirmou o compromisso político com José Augusto Maia para 2018, Fernando destacou que Cleiton também poderia disputar outros cargos, não ficando apenas preso a ideia de ser novamente candidato a vice-prefeito em 2020.

"Se fosse Cleiton – e alguém pode dizer 'Cleiton não pode, fica quieto', não, por que? – Cleiton é um homem público, já se candidatou a prefeito, já se candidatou na minha chapa como vice. Acho que não é nada demais se amanhã ou depois Cleiton tiver uma proposta e querer disputar", disse.

Fernando se disse satisfeito com a circulação do seu nome nesse sentido, deixando ainda transparecer que deve buscar encontros com o povo e com seus aliados para debater a nova temática.

"Estou muito contente, muito satisfeito com esse reconhecimento do povo que eu tenho visto. Acho que isso deixa, além do compromisso maior, que existem pessoas sérias e que essas pessoas estão sendo reconhecidas", pontuou.

Cleiton fala em esperança para com a chegada da água, mas pede cautela quanto a Adutora do Alto Capibaribe

Foto: Jean Pierre (Rádio Santa Cruz FM)

Entrando no tema da água o empresário Cleiton Barboza também destacou algumas de suas desconfianças quanto aos recentes acontecimentos. Para ele, a Adutora do Alto Capibaribe, se concretizada, irá sim beneficiar a população local. Mas, ainda é cedo para definir os impactos da obra e suas respectivas consequências na vida da população regional.

"A população só fica olhando com muita desconfiança porque isso só veio à tona agora, em véspera de eleições. Deveria ter vindo antes, pois os projetos foram lançados primeiro e na realidade não houve o sentar-se com as pessoas e com as instituições organizadas de Santa Cruz do Capibaribe e debater quais seriam as soluções", disse Cleiton.

No mesmo tema, Cleiton ainda questionou as obras que antecederam a Adutora do Alto Capibaribe, a exemplo do Sistema Pirangi que tinha como objetivo sanar a problemática de água na 'Capital da Moda'.

"Se faltou recursos para uma obra que já foi praticamente concluída, como é que vai se lançar outro projeto agora, se não existe recursos para terminar o que foi iniciado primeiro", indagou.

Ambos os entrevistados também comentaram o julgamento do ex-presidente Lula (PT), que acontece nesta quarta-feira no TRF-4, em Porto Alegre.

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO