Etíope e queniana vencem São Silvestre 2017

Dawitt Admasu foi o mais rápido entre os homens e Flomena Cheyech venceu com tranquilidade entre as mulheres. Brasil ficou longe do pódio.

Da Veja

Dawit Amdasu da Etiópia cruza a linha de chegada em São Paulo 
(Leonardo Benassatto/Reuters)

A 93ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre terminou com vitória de estrangeiros na chuvosa manhã deste domingo em São Paulo. Na prova masculina, Dawitt Admasu, da Etiópia, foi o mais rápido a completar o trajeto de 15km na capital paulista. Entre as mulheres, Flomena Cheyech manteve a tradição do Quênia e venceu com tranquilidade.

Admasu venceu a mais famosa corrida do Brasil pela segunda vez na carreira – a outra foi em 2014. Nesta manhã, ele acelerou nos quilômetros finais e, com tempo de 44min17s, superou o etíope Belay Bezabh e o queniano Edwin Rotich, que completaram o pódio. Ederson Vilela, 12º colocado, foi o melhor brasileiro da prova.

Na prova feminina, Cheyech foi soberana durante toda a corrida e venceu com a marca de 50m18s. As etíopes Sintayehu Hailemichael e Birhane Dibaba, chegaram na segunda e terceira colocações, respectivamente.A brasileira mais bem colocada foi Joziane Cardoso, em 10º.

Flomena Cheyech venceu entre as mulheres 
(Leonardo Benassatto/Reuters)

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Diogo Moraes: Lula sairá mais fortalecido de julgamento

Diogo Moraes receberá os governadores Paulo Câmara e Ricardo Coutinho para assinatura da autorização da licitação da Adutora do Alto Capibaribe

Governador decreta luto oficial e destaca trajetória de vida de Armando Monteiro Filho

TEOBALDO DESTINA AMBULÂNCIAS PARA 03 CIDADES DO POLO DE CONFECÇÕES DO AGRESTE