PF deflagra operação para apurar irregularidades de R$ 9 milhões no programa Brasil Sorridente na PB

Operação Titânio investiga irregularidades na contratação e execução de implantes dentários.

Por G1 PB

Alvos de condução coercitiva e documentos recolhidos da operação Titânio devem ser levados para sede da PF em Campina Grande - (Foto: Silas Batista/CBN)

Uma operação conjunta comandada pela Polícia Federal foi deflagrada na manhã desta terça-feira (7) com o objetivo de apurar irregularidades na contratação e execução de serviços de implantes dentários, do programa Brasil Sorridente, custeado com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). A operação Titânio aconteceu na região de Sumé, na região do Cariri da Paraíba, e ao final da manhã foi concluída com 13 mandados judiciais cumpridos.

O montante envolvido na investigação, referente ao período de março/2015 a julho/2017, atingiu valor superior a R$ 9 milhões, os quais correspondem à realização de 21.718 implantes e 13.497 próteses sobre implantes. Segundo a PF, no final da manhã desta terça, 13 dos 14 mandados expedidos tinham sido cumpridos. Apenas um mandado de condução coercitiva deixou de ser cumprido.

De acordo com a Polícia Federal, estão sendo cumpridos 14 mandados na operação Titânio, sendo oito mandados de busca e apreensão e seis mandados de condução coercitiva. Todas as ordens judiciais foram expedidas pela 11ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Monteiro.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, a sede da Prefeitura de Sumé também foi alvo da operação. Gestores, servidores municipais e funcionários da empresa vencedora da licitação de prestação de serviços odontológicos também estão sendo investigados. O Centro Especialidades Odontológicas de Sumé é responsável por atendimentos a moradores de outras cidades da região.

Além da PF, participam da operação o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria-Geral da União (CGU). Estão trabalhando diretamente da operação 35 policiais federais e seis Auditores da CGU. O inquérito ainda está sob segredo de justiça.

CEO em Sumé é responsável pelo atendimento odontológico na região do Cariri da Paraíba 
(Foto: Rafaella Gomes/TV Paraíba)

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"