Votação favorável a Temer é descolamento do Parlamento da sociedade, diz Danilo Cabral

Às vésperas da votação da admissibilidade da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer no Plenário da Câmara dos Deputados, Danilo Cabral (PSB) acredita que o resultado será favorável ao governo, apesar de a base governista estar mais fragilizada. “Mais uma vez, o Parlamento tende a dar uma demonstração de descolamento com a sociedade”, critica o deputado. Segundo ele, a única maneira de a maioria dos parlamentares votarem a favor da abertura do processo contra o presidente é através da pressão da população.

O deputado destaca que o governo federal operou de forma dura para garantir a permanência do presidente no cargo, cedendo a demandas da bancada ruralista e ainda pagando faturas pendentes da votação passada, como a distribuição de cargos e repasses de recursos a municípios. Mesmo assim, Danilo Cabral acredita que os votos a favor do presidente serão em menor número comparando com a análise da primeira denúncia. “O eleitor já sabe como seu deputado votou lá atrás e a pressão está aumentando sob esse parlamentar, o que é um fato novo”, comenta.

Desde a análise da primeira denúncia (corrupção passiva) contra o presidente Temer, Danilo Cabral deixou claro ser a favor da abertura do processo por acreditar que é preciso fazer uma apuração rigorosa dos fatos apresentados pela Procuradoria-Geral da República. A votação ocorreu no dia 2 de agosto, quando o presidente recebeu 263 votos favoráveis e 227 contrários. Foram duas abstenções e 18 ausências. Amanhã (25), Danilo votará novamente pelo prosseguimento da denúncia por obstrução da justiça e organização criminosa.

A sessão está marcada para as 9h, quando tem início o debate sobre o parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) contrário à autorização, conforme relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) aprovado por 39 votos contra 26.

Foto: Chico Ferreira

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"