Tadeu: “Governo admite até trabalho escravo para se livrar de investigação”


Brasília - Para o deputado federal Tadeu Alencar (PSB) o governo Michel Temer usa o poder de forma perversa para tentar livrar o Presidente da República das investigações sobre as denúncias de crime de obstrução de justiça e organização criminosa. “O governo aceitou flexibilizar até o trabalho escravo para angariar votos e agradar deputados, para se livrar da investigação. Felizmente, a decisão da Ministra Rosa Weber, do STF, impediu tamanha insensatez", afirma.

Segundo Tadeu, as manobras feitas pelo Governo Federal estão sendo acompanhadas atentamente pela sociedade e a desaprovação quase unânime ao Governo Temer é reflexo do repúdio da população ao uso indevido do Poder. “O governo está sequestrando a cidadania para livrar o Presidente. Há uma clara tentativa de troca de votos até por trabalho escravo”, constata o parlamentar.

Tadeu reafirma que votará favoravelmente à abertura das investigações nesta quarta-feira (25) e diz que é hora da população ficar atenta à posição de cada deputado, para que se faça a devida cobrança ao parlamento brasileiro. 

“Não aceitar que estas graves denúncias sejam esclarecidas significa que estaremos interditando a verdade, proibindo o esclarecimento das suspeitas que pairam sobre o cargo mais importante do País”, reforça.

Crédito da foto: Chico Ferreira/PSB na Câmara dos Deputados

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DO RADIALISTA AGNALDO SILVA

PARA RECORDAR. MATÉRIA QUE FIZ COM AGNALDO SILVA EM 2014

Deputado fala sobre necessidade de movimento jurídico para barrar privatização da Eletrobras

DISTRITO DE PÃO DE AÇÚCAR É DESTAQUE EM REPORTAGEM DO SBT POR CAUSA DA VIOLÊNCIA

PRUDÊNCIO GOMES: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO POLO DE CONFECÇÕES"