Sobre a privatização da Chesf, Danilo Cabral diz que é preciso romper letargia da sociedade


Para evitar a desestatização da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), segundo o deputado federal Danilo Cabral (PSB), é preciso romper a letargia da sociedade e ampliar a discussão sobre a matéria. “Só a mobilização de todos os setores sociais, desde os funcionários da empresa à classe artística, fará com que o governo federal reverta a decisão de vender a Chesf”, afirmou o parlamentar, que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf, durante audiência pública para debater os efeitos da privatização da Companhia, promovida pela Assembleia Legislativa na manhã de hoje (4).

“Através da Frente Parlamentar e com a incorporação de vários atores, vamos encorpar essa luta que é de todos os nordestinos. Precisamos preservar nosso patrimônio, que está sendo dilapidado para sustentar o sistema financeiro internacional”, criticou Danilo Cabral. Ele destacou que a audiência pública foi o primeiro ato de mobilização em defesa da Chesf no Estado. Na próxima semana, será lançada oficialmente a Frente Parlamentar em Defesa da Chesf em Brasília.

Ainda nesta segunda-feira, Danilo Cabral deverá dar entrada em um pedido de suspensão da privatização da Chesf por um período de 120 dias no Ministério das Minas e Energia. O objetivo é aprofundar o debate, permitindo que todos, especialmente os nordestinos, tomem conhecimento sobre esse processo. “A Chesf é o maior investimento público feito no Nordeste nos últimos 500 anos, por isso, é importante que se dê o mesmo tratamento que deu à Renca (Reserva Nacional do Cobre e Associados), suspendendo o decreto que abriu a exploração mineral na região para permitir o amplo debate”, defendeu o deputado. 

A audiência pública foi promovida conjuntamente pelas comissões de Constituição, Legislação e Justiça, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa de Pernambuco a partir de um requerimento da deputada Laura Gomes (PSB). Amanhã (5), a Casa instala da Frente Parlamentar Estadual em Defesa da Chesf. Além de Danilo Cabral, participaram os deputados federais Tadeu Alencar (PSB), Severino Ninho (PSB), Luciana Santos (PCdoB) e Odacy Amorim (PT), deputados estaduais, representantes sindicais e funcionários da Chesf.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

Depois de fazer críticas a Paulo Câmara, Lula senta à mesa com o governador

Bitcoin só perde para o Magazine Luiza em valorização em 2017

Líder do PT confirma nome de Marília Arraes em 2018 e diz que Fernando Filho não tem chance