Inflação de saúde e educação é pelo menos o dobro da oficial

Cleci não reajustou aulas de pilates, mas paga mais por escola e saúde. 
Crédito: Daniel Teixeira/Estadão

Do Estadão

A inflação vem caindo mês a mês no País (trajetória indica, inclusive, que BC deve descumprir meta - para baixo), mas os serviços de educação e saúde continuam sendo reajustados acima do índice geral de preços.

Em agosto, a inflação oficial acumulada em 12 meses, de acordo com o IPCA, ficou em 2,5%. Enquanto isso, os gastos com serviços de educação subiram o triplo (7,5%). Os de saúde, o dobro (5,2%).

Entre as explicações, está o fato de que o consumidor não abre mão da qualidade e da confiança dos serviços privados, como afirma a analista de exportação Valéria Brauer: 'Tentei preservar aquilo que é primordial'.

Não se sabe até quando será possível manter o padrão, já que a economia segue frágil. O próprio ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, apontado como presidenciável, pediu 'oração' para atravessarmos a maior recessão da história.

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Bartol Neves assumirá mandato em Brejo da Madre de Deus

PROJETO PARA QUE AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE TENHAM O HORÁRIO ESTENDIDO ATÉ AS 20 HORAS É APROVADO NA CÂMARA DE VEREADORES

BRUNO ARAÚJO: 'ESTOU PRONTO PARA ACEITAR ESSA MISSÃO'

MARÍLIA ARRAES NESTA QUINTA-FEIRA EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

"FICA EU E O TAMBORETE"

Feira do Sítio Cacimba de Baixo movimenta a Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe